Botas Masculinas: Guia com todos os modelos de bota e como usar

botas masculinas
Powered by Rock Convert

Versatilidade, masculinidade e durabilidade. Qual sapato incorpora todos esses adjetivos? A resposta não é um sapato, é uma bota masculina!

Foi o arqueólogo Lutero Chessman quem descobriu o calçado mais antigo do mundo. Ele achou sandálias com cerca 10 000 anos de idade no Oregon. As tiras intrincadas da relíquia indicam que ela não era apenas funcional, que talvez houvesse uma preocupação com a beleza. Desde nossos dias tribais, valorizamos o que as botas tem de melhor: bonitas e dão conta do recado.

Um calçado de qualidade que componha perfeitamente seu visual, é um investimento. Com tantas opções disponíveis no mercado, e com a moda cada vez mais rápida, pode ser complicado escolher o ideal. Já que você não tem tempo para experimentar todos os modelos de botas, eu vou resumir quais são os principais estilos e passar algumas sugestões de como usar.

Usamos botas masculinas há muito tempo, e elas são um símbolo forte, muito mais do que apenas calçados utilitários. A bota certa para a as situação correta, pode elevar muito o seu estilo e conforto pessoal. Ao final deste texto você vai saber tudo sobre botas masculinas e como pode combinar a sua favorita com em diferentes momentos do dia-a-dia.

Para descobrir o estilo de bota certo para você, o primeiro passo é conhecer as opções disponíveis.

Modelos de botas masculinas

O mais óbvio é que existem botas com cadarço e botas sem cadarço; então eu separei os tipos de bota pelo sistema de amarração.

Cada estilo tem a sua essência e detalhes que transformam o visual do calçado. Espero que as fotos e as dicas te ajudem a escolher o tipo certo para a sua identidade.

Ao escolher um modelo clássico que se encaixa bem nas suas roupas, você terá um produto que vai usar muito, com conforto e confiança. Você não precisa ter muitas botas, pois bastam poucos pares de qualidade que você realmente gosta para estar bem calçado durante muito tempo!

Bota masculina com cadarço

As botas com cadarço tendem a ser menos casuais do que as sem cadarço. Basicamente, o conforto de apenas enfiar o pé sem precisar de nenhuma amarração, já é intrinsecamente casual.

Dentre as botas de amarrar, existem três principais tipos de amarração:

Botas masculinas oxford

botas masculinas oxford de couro marrom

Vamos chamar as botas de amarrar que lembram sapatos de “dress boots“, beleza? Quando o cano está escondido pela calça, elas são idênticas aos sapatos sociais. São botas de couro com silhueta longilínea, bico baixo e solas mais finas.

As botas com tipo de amarração oxford são as mais formais. No “oxford”, os furinhos por onde passam os cadarços são feitos diretamente sobre o corpo da bota. O cabedal é praticamente uma única superfície que acompanha todo o formato do pé, em linhas contínuas e fechadas. Por essa razão, esse tipo de amarração é considerado mais elegante e mais formal.

bota masculina social oxford preta

Existem poucas botas sociais oxford no mercado porque a amarração tem mais dificuldade em servir diferentes tipos de pés. Se seu pé for muito alto ou largo, na hora de amarrar, a parte da bota sob o cadarço vai formar um “V”. As duas carreiras não ficarão paralelas e isso é indício de que o sapato não é para o seu pé. Se, pelo contrário, seu pé for baixo ou relativamente fino, as duas carreiras de ilhoses tendem a se sobrepor uma sobre a outra. Além de ficar deselegante, a bota pode ficar deslizando e te machucar enquanto caminha.

Esses problemas não existem quando a bota tem um grau maior de personalização, como em sapatos feitos sob medida. A indústria de calçados têm de levar em consideração não apenas o cumprimento do pé, mas também a sua altura, e isso limita a produção em massa.

bota masculina social oxford marrom

Dress boots oxford combinam melhor com costumes e calças sociais. Pessoalmente, acho esse tipo de bota legal com os ternos com alguma textura no tecido. Também ficam melhores quando a calça tem bainha italiana, que ajuda a balancear o peso e melhora o caimento por cima do cano.

Se você quiser mais versatilidade em um “oxford”, alguns detalhes ajudam a compensar a formalidade inerente do estilo, como por exemplo variações de cores e materiais, solas duplas, storm welts e formas mais redondas. Mesmo assim, é difícil deixar essas botas casuais sem entrar em designs extremamente retrô ou muito modernos.

Botas sociais masculinas derby

botas masculinas derby de couro marrom

Esse, com certeza, é o tipo mais comum de bota masculina, com a maioria dos fabricantes de calçados produzindo sua própria versão.

A diferença entre um “oxford” e um “derby” é uma só. No “derby” os furos por onde se passa o cadarço estão em uma aba de couro costurada sobre o cabedal da bota. O problema descrito acima não acontece, porque a amarração se adapta bem a qualquer altura que o pé possa ter.

A possibilidade de apertar ou afrouxar os cadarços também é perfeita para quem precisa de firmeza. Por isso, botas de trabalho e militares tem essa amarração, com vários estilos casuais derivados dessas botas utilitárias.

bota masculina derby com terno

Dress boots com amarração derby tem as mesmas características do design limpo e refinado, porém elas são menos formais do que suas contrapartes com cadarços fechados. Por isso, são mais versáteis, servindo tanto para deixar um costume mais despojado quanto para tornar um look casual mais elegante e clássico, sem falar em combinações rústicas menos literais.

O estilo mais fácil de usar é o cap toe derby, que é geralmente simples em design e apresenta pouco ou nenhum brogueing. Esse design não é muito diferente daqueles usados pelos soldados dos exércitos britânico e americano durante a Segunda Guerra Mundial.

Quando você veste com um terno, a bota fica escondida com a mesma casualidade de um sapato derby. A diferença é que o cano fica aparente durante os movimentos. O estilo fica utilitário, remetendo a quando terno não servia apenas para ficar dentro de um escritório.

como usar botas masculinas

Se você não vai usar bota só com terno, também é melhor aproveitar a versatilidade desse tipo de amarração. Elas também são excelentes para combinações casuais clássicas, quando sapatos sociais seriam engomados demais, e certas botas muito pesadas e rústicas. Gosto de calçar esse tipo de bota com calça jeans e camisas sociais casuais, com ou sem blazer, ou então com calça social e paletó descasado.

Outro jeito bem legal é combinar com peças de workwear com caimento bem ajustado. Dependendo dos detalhes, também ficam legais com uma simples camiseta básica. A forma baixa e refinada ajuda a quebrar a proposta utilitária, e deixa o estilo mais alinhado. Conseguem tirar aquela cara “trabalhador” literal que uma bota worker daria, trazendo o estilo worker para a atualidade.

Botas Brogue

bota masculina brogue

O termo “brogue” e “oxford” costumam ser misturados mas estão categorias bem diferentes. Como falei “oxford” diz respeito a amarração. “Brogue” é simplesmente aqueles perfurados decorativo no couro das botas ou sapatos.

Nada impede, portanto, que uma bota seja ao mesmo tempo do tipo “brogue” e do tipo “oxford”(mais formal) ou “derby” (mais casual).

como usar bota masculina brogue

As botas brogue são caracterizadas pelas perfurações decorativas no cabedal. Devido a origem do “brogue”, que está ligada ao trabalho, ela é um estilo de bota mais casual. O que eu quero dizer, é que em ambientes conservadores ela é considerada casual quando combinadas com ternos, e quando calçadas com trajes do dia-a-dia elas tem um ar meio “gentleman”, pois eram calçados que os aristocratas britânicos usavam no campo.

Em colorações marrons é um calçado excelente para quem tem um estilo que beira entre o rústico e o que eu chamo de “britânico de caçada” (pense no James Bond quando vai para casas de campo, com jaquetas Barbour enceradas e paletós de tweed).

como usar bota masculina brogue

Ficam muito legais com solas tratoradas bem pesadas, utilitárias e que tem tudo a ver com a tradição dessas botas. Essas versões assim eu gosto de ver em combinações militares ou workwear não tão óbvias, principalmente silhuetas soltas e cortes largos, como nos exemplos acima. O peso da bota equilibra muito bem com esse visual.

Botas cano Baixo: Chukka Boots

botas masculinas chukka

A mais versátil nesse espectro ainda social estão a bota chukka e as desert boots.

As desert boots, criadas na década de 40, são calçados inspirados nas botas que os combatentes ingleses usaram no deserto do Sahara, na Segunda Guerra Mundial. Geralmente, são confortáveis, de camurça e sola de borracha, além de possuírem dois pares de furos para se passar o cadarço.

Já as chukka boots eram, originalmente, usadas para se jogar polo. Mas, a partir das décadas de 40 e 50, foram incorporadas ao guarda-roupa masculino, no dia-a-dia dos mais elegantes. As solas, geralmente, são de couro e, assim como as desert boots, possuem dois pares de furos para o cadarço e o cano longo na altura do tornozelo. No entanto, na chukka, a abertura do cano costuma ser mais estreita, originalmente para dar segurança a quem praticava o polo…

como usar botas masculinas chukka

Elas são um clássico para o fim de semana, e fazem um bom par com a alfaiataria casual.

Certifique-se de que suas calças são cortadas ligeiramente mais curtas do que o habitual para que a barra descanse suavemente sobre as botas, ao invés de afogá-las em dobras de tecido.

Work Boots e Service Boots

botas masculinas

Agora entramos nas botas totalmente rústicas. O visual e o jeito de usar é bem parecido e por isso eu agrupei dois tipos de bota: as botas de trabalho retrô e as botas militares retrô.

No final do século dezenove e início do século vinte as botas começaram a perder seu espaço no guarda-roupa masculino social e ficaram mais forte em situações esportivas ou de trabalho. Por isso, grande parte dessas botas tem elementos que as tornam perfeitas para o nosso guarda-roupa moderno, cada vez mais casual.

As “Service Boots” são os coturnos de antigamente. Tem o cano mais baixo e bicos menos bulbosos do que os coturnos modernos. Eu resolvi separar das botas de combate modernas porque elas são muito mais simples do que as atuais, bem mais agressivas.

botas masculinas oak street bootmaker caramelo

botas masculinas worker como usar

São as botas perfeitas para usar com calça jeans, camisas de flanela, jaquetas de couro ou jeans, enfim: tudo que tem essas mesmas origens utilitárias!

As Work Boots normalmente, são botas inspiradas em antigos calçados de trabalho, feitas com couro grosso e costuras reforçadas. São diferentes das botas de trabalho modernas e dos coturnos atuais porque apesar das origens, conseguem quebrar a estética literal e se adaptam muito bem ao casual.

botas masculinas iron ranger pretas

botas masculinas militares como usar

Os modelos de botas da segunda-guerra, como os Boondockers, passam despercebidos para quem não conhece. Digamos que, com uma work boot, aquela sua jaqueta militar vintage não vai ficar tão GI Joe quanto com um coturno moderno.

Botas Moc Toe

botas masculinas moc toe

Se você quer um calçado casual confortável e durável uma bota bota masculina é a opção certa. Um dos estilos mais versáteis e confortáveis é aquele inspirado pelas botas de trabalho antigas, como a bota moc toe. O simplicidade do visual retrô dessa bota é rústica e tem traços masculinos fortes, complementando com força e poder qualquer combinação casual.

O estilo tem esse nome por causa da costura no topo do bico, que lembra a construção mocassim. O propósito por trás do design é evitar que a água entre pela lateral da bota, numa época quando ainda não existiam membranas impermeabilizante. O pé do caçador estava a salvo a não ser que ele ficasse muito tempo com o pé inteiro submerso.

botas masculinas moc toe rústicas

botas masculinas moc toe rústicas

O legal é que a sola branca faz dela quase um tênis, né? Na hora de usar elas funcionam praticamente como uma work boot mas na minha cabeça puxam mais para o ar livre, o trabalho e esporte outdoor, ao invés de militarismo e trabalho industrial. Por isso, também ficam bem legais com anoraks e peças de pesca/montanhismo/acampamento.

Botas Lace To Toe

botas lace to toe red wing lineman

As botas lace to toe são um clássico do workwear que não tiveram tanta exposição, mesmo nos auges da onda heritage, quanto outros estilos de bota. Não são botas tão conhecidas quanto as Moc Toe. Pouca gente tem, mas muita gente deveria ter!

A amarração desse modelo de bota vai até o início dos dedos, e por isso o nome: “lace to toe”. É a amarração mais casual de todas, com objetivo utilitário. Ao invés de terminar no peito do pé, as abas com ilhóses se estende praticamente até os dedos (toes). Eram botas muito utilizadas em profissões que precisavam de bastante firmeza.

As marcas e linhas casuais também fazem se inspiram em profissões exigentes para dar um ar de nostalgia aos seus produtos, batizando as botas com nomes como “Lineman”, “Roofer”, “Bridgeman”, “Logger” e “Hiker, sempre referenciando atividades que demandam proteção e segurança.

Muitas botas lace to toe tem solados vibram e detalhes retrô como saltos inclinados (woodsman), solas grossas para aguentar trabalho, e a franja removível que serve como língua dupla para proteger o pé do atrito com os cadarços.

Existem duas variações principais. Em alguns modelos, a aba que segura os cadarços desce até a sola e a bota tem uma costura horizontal que normalmente compoe uma segunda camada de couro para reforçar a lateral. A segunda variação é quando a aba não vai até a sola, e a bota tem mais curvas.

botas masculinas lace to toe

botas masculinas lace to toe

Você pode usar da mesma maneira que uma work boot ou uma moc toe, mas por ser um estilo menos comum ele automaticamente deixa tudo com um ar ainda mais vintage.

Coturnos e Combat Boots – Botas Militares mais modernas

coturno masculino margiela

A necessidade de roupas duráveis para o combate moderno na Segunda Guerra Mundial, deu origem a uma série de roupas muito bem projetadas que até hoje fazem parte do guarda-roupa civil.

Botas de combate não eram confortáveis mas foram evoluindo a medida que os uniformes eram modernizados pela utilização de materiais sintéticos e tecnológicos.

O coturno masculino moderno não tem aquele ar “retrô” das botas militares de outrora. Ele é mais alto, com aspecto mais pesado e tático. É por isso que eu preferi separá-lo das botas militares mais antigas.

Como usar coturno masculino

botas masculinas estilo tático

Como são pesados, combinam melhor com jeans e casaco igualmente robusto. Como são relativamente discretas, ficam bem com camisetas e calças surradas. Um visual bacana é usar com calças jeans claras, bem anos 90.

Por último, eu também acho muito legal combinar com outras marcas que fazem roupas com detalhes utilitários e tecidos técnicos, do jeito que imagino alguns personagens do William Gibson.

Bota Hiking – Montanhismo Retrô

paraboot avoriaz

Não existem botas de trilha que são elegantes, mas você encontra muitas opções que são estilosas. Além de muitas marcas estarem apostando no visual, adaptando-o para o dia-a-dia na cidade, existem também os modelos tradicionais com visual retrô.

A melhor características desse tipo de bota é que elas quase sempre retém algumas funcionalidades. Independente da versão, a sola costuma ser aderente, o calce confortável e muitas vezes até o material é impermeável.

como usar bota masculina estilo hiking

Eu acho que ficam muito legais com outras roupas inspiradas no montanhismo, principalmente no movimento alpinista que surgiu na Califórnia entre os anos 60 e 70. Outra ideia legal, é calçad no lugar do tradicional coturno ou bota worker. Fica bem mais legal com calça jeans e uma jaqueta militar vintage.

Botas Masculinas Sem Cadarço

Uma botas sem cadarço pode até ser mais elegante do que certos modelos de amarrar, mas no geral, elas tendem a ser mais casuais. Só de não precisar amarrar, você já passa um ar de despreocupado de quem acorda de manhã, enfia o pé, e sai para a rua.

A origem de muitas botas assim está na cavalaria. Geralmente de cano alto, as botas sem cadarço serviam para proteger as pernas e eliminavam o risco do calçado ficar preso na montaria ou em partes móveis. As calças eram vestidas por dentro da bota, que segurava o uniforme no lugar.

É claro que as regras de formalidades também se aplicam aqui. Elas são rebeldes, mas existem combinações que ficam super legais com alfaiataria.

Chelsea Boots

bota chelsea masculina marrom

Este é mais um estilo que recebeu o nome de uma localização da Inglaterra – desta vez a área afluente do oeste de Londres, que ganhou enorme visibilidade durante os movimentos sociais nas décadas de 50 e 60.

A Chelsea é definida pelo elástico na lateral. Diz-se que o próprio sapateiro da Rainha Victoria criou o design, que foi favorecido pela monarca em longas caminhadas. Após a Segunda Guerra Mundial, jovens de Londres ansiosos pela mudança viram seus heróis usá-las no palco: The Beatles, The Rolling Stones, Jimi Hendrix, Bob Dylan e muitos outros deram ao estilo uma nova conotação rebelde.

como usar bota chelsea masculina

como usar bota chelsea masculina

Ela pode ser muito elegante quando é mais alongada, tem sola de couro e modelagem rente ao pé. Ela também pode ser bem casual se tiver forma ampla e couro oleado com solado de borracha, por exemplo. A Chelsea é um design versátil que, dependendo dos detalhes, funciona com alfaiataria ou roupas casuais.

Para conhecer mais sobre a história dessa bota e como você pode usar, confira o guia completo da chelsea boot.

Bota Jodhpur e Botas Side Zip

botas masculinas johdpur

Agrupei essas duas botas porque na minha opinião, elas exercem papéis parecidos.

As botas Jodhpur tem inspiração equestre, mas no lugar do elástico, tem uma abertura na parte de trás fechada por uma tira com fivela. A gáspea da bota é completamente lisa, sem nada que possa atrapalhar na montaria. Aqui no blog tem um guia das botas jodhpur com a história completa,

As sidezips também lembram chelsea boots. Algumas tem cano alto e outras mais baixo, mas o design é marcado pelo fecho com zíper (normalmente na parte interna).

Nos dois casos, o design é bem clean e agressivo, variando entre o cowboy americano e o europeu sofisticado.

botas masculinas com zíper

Ultimamente, as Jodhpur tem aparecido muito no streetwear com calças skinny. As sidezips com solas finas combinam perfeitamente com marcas contemporâneas e ficam bem bonitas com estilo minimalista e não quebram as linhas de um terno bem slim fit.

Engineer Boot

botas masculinas engineer boots

A origem do nome é estranha quando pensamos no perfil do engenheiro moderno. A explicação é que dia a dia do profissional de hoje é diferente do que era quando a bota foi batizada.

O significado original da palavra “engineer” é alguém que desenhava ou construía motores (engines), mas ela também era usada para chamar as pessoas que operam equipamentos pesados. Até hoje, é comum chamar os condutores de “railroad engineers” nos Estados Unidos.

E foi por isso que a Engineer Boot surgiu como uma das candidatas para botas perfeitas entre os motociclistas na década de 1950 e por um tempo foi eleita a melhor bota para andar de moto. As necessidades eram as mesmas que os engenheiros tinham nas ferrovias: Ela não tem cadarços e adereços que pudessem ficar presos nas partes móveis da moto, protege a perna do calor, e protege o motociclista no caso de queda. Tudo isso sem falar do visual bem agressivo.

botas masculinas engineer boots

botas masculinas engineer boots

Essa é uma bota que pelo design, tem uma formalidade baixa. Na minha opinião só serve para uso casual mas que dá um visual único para quem tem o estilo certo! Se você quiser saber mais, pode ler o guia completo das Engineer Boots.

Botas Western e Roper

botas masculinas cowboy e pecos

Não sei bem a diferença entre Roper Boots e Western Boots, mas elas sempre estão em categorias diferentes nos sites de botas. Acho que a Roper tem o salto reto e costuma ser mais baixa, com o cano um pouco mais largo. Já as Western, tem salto estilo “woodsman”, cano mais alto e costuma ter decorações no cabedal e cano.

bota cowboy

botas masculinas cowboy e pecos

Essas duas botas são muito bacanas. O cano alto deixa a calça (reta) com um caimento muito legal. Eu prefiro as com bico arredondado, mas tenho no meu armário uma com bico fino que é incrível. Gosto de buscar inspiração em filmes de cowboy e também num estilo meio Han Solo que é difícil de explicar.

Um sapateiro uma vez me disse que elas “te deixam mais alto, estufam seu peito, alargam o ombro e afinam a cintura”. Sei que aqui no Brasil elas tem estigma de sertanejo, mas eu recomendo comprar uma. Você vai se surpreender!

Harness Boot

bota masculina com fivela

A Harness Boot tem esse nome por causa das alças de couro e anel de metal na lateral, lembrando um bridão. A finalidade desses detalhes é puramente estética.

Essa é uma bota que transpira um visual “durão” de chutar muita lata e proteger seu pé. Elas são muito populares para andar de motocicleta, mas as versões mais finas e estreitas também são bem “rock n roll”.

bota masculina com fivela

As versões mais largas e pesadas estão meio fora de moda e por isso mais difíceis de encontrar. É fácil usar, basta combinar com roupas igualmente duronas, como jeans preto, um jeans surrado ou uma calça de lona. Mais ou menos as mesmas roupas que você usaria com uma Engineer Boot ou uma bota Cowboy, só que mais agressivo.

Se a bota for larga como a preta na primeira foto, eu recomendo proporções iguais na calça: prefira cortes retos aos muito justos. Se for uma bota fina, como a da Saint Laurent na segunda foto, é melhor uma calça com boca bem ajustada.

Estes são os principais modelos de bota masculina. Me conta, já encontrou um favorito?

O objetivo deste início era passar uma visão geral dos estilos de bota, para você ter uma boa idéia de quais são as opções e como pode usar. Tenho certeza que pelo menos uma dessas fotos deve ser de um estilo que você curte ou gostaria de ter!

Como escolher a bota certa para o meu estilo?

Thomas Shelby de botas

Conhece o personagem acima? Repare os detalhes da bota que ele veste na foto acima. Existe um motivo para ele ter escolhido esse tipo de bota preta, no lugar dos coturnos que ele certamente calçou enquanto servia o exército britânico na primeira guerra. Para quem não conhece, Tommy Shelby da série Peak Blinders vive preocupado com a imagem, ansioso por deixar para trás o vínculo com ciganos trapaceiros e entrar na alta sociedade. Para isso, ele precisa seguir as regras de elegância esperadas de alguém nessa posição naquela época.

A moda masculina não é tão rígida hoje, mas herdamos alguns detalhes que nos ajudam combinar nossas roupa. Essas regras não existem para limitar. Você deve pensar nelas como um norte facilitador para tornar seu processo de decisão mais eficiente. Uma das dicas mais importantes é estar atendo a harmonia final das roupas e acessórios que você veste.

Não estou falando de harmonia de cores ou estilos. Você não precisa usar um uniforme completo. A combinação que eu estou falando aqui é a de níveis de formalidade. Cada roupa e cada calçado é mais ou menos formal, e a maneira mais segura de acertar na escolha de uma bota masculina e de quais roupas usar com ela é vestir roupas que estão no mesmo nível de formalidade.

A importância da combinação certa fica em evidência principalmente nos trajes formais, onde as regras de elegância são mais rígidas. Você não tem muito para onde ir,  principalmente se for um ambiente de negócios conservador. Se você aparecer com uma bota muito mais casual do que seu terno e gravata, vai chamar atenção e transmitir uma mensagem indesejada para os colegas deste ambiente.

A medida que descemos na escala da formalidade, no entanto, o sapato se torna um dos fatores mais importantes para o aspecto geral de um “look”. Ao trocar um tênis por uma bota, o conjunto do resto das roupas ganha um tom totalmente diferente.

Felizmente, quando o traje é casual, você tem muitas opções. Infelizmente, com tantas variáveis, surgem mais chances de errar ou mais vontade de tentar novas ideias. Por isso, você tem mais probabilidade de mandar bem se seguir alguns princípios e combinar elementos com o mesmo grau de formalidade. É aqui que mora aquela moda masculina prática, a do “estar bem vestido”.

Se você tem um olhar mais aguçado, pode distanciar o grau de casualidade entre uma peça e outra para criar um estilo pessoal. Aqui é onde estão as pessoas que consideramos “estilosas”, mas não sabemos dizer exatamente porque.

Quanto mais contraste entre as várias peças do seu visual, mais difícil é de acertar. No entanto, a recompensa pelo acerto é maior. As poucas pessoas que conseguem fazer isso costumam ser consideradas bem estilosas. Aqui, transitam aqueles que pensam na moda como forma de expressar uma visão criativa. Quase sempre, também são consideradas “esquisitas” ou “diferentes” pela maioria.

Como saber se a bota é mais social ou mais casual?

As diferentes botas vêm com diferentes conotações: militar, motoqueiro, skinhead, músico, trabalhador manual, fazendeiro, cowboy, etc. Elas vêm de várias formas, podendo ser mais elegantes do que o mais formal dos sapatos (e com ainda mais presença).

O corte, a textura e a cor são alguns dos detalhes que determinam a formalidade de uma roupa. A seguir, vou mostrar os que na minha opinião, determinam quanto casual é uma bota.

Para diferenciar as botas rústicas de trabalho das botas mais alinhadas e sociais você tem que estar atento ao nível de formalidade e para isso eu sempre bato em algumas teclas por aqui quando falo de calçados. São elas:

  • Quanto mais textura tem o couro do cabedal, mais casual
    • Camurça é mais casual do que couro liso que é mais formal do que couro texturizado

  • O tipo de amarração dos cadarços
    • Botas sem cadarço tendem a ser mais casuais. Entre as com cadarço, as botas com amarração fechada são mais elegantes do que as com amarração aberta. Assim como em sapatos, botas oxford (da esquerda) são mais formais do que botas derby (na direita). Você pode entender melhor essa diferença entre oxford e derby.

 

  • Quanto mais grossa a sola, mais despojada a bota é
    • Solas de borracha ou solas de couro dupla são mais rústicas, e portanto mais casuais, do que solas de couro
    • Escolhi a foto acima de propósito. Uma bota tem textura, e a outra não. Uma é clara, e a outra escura. A da esquerda tinha tudo para ser mais casual do que a bota da direita mais a sola de borracha tratorada deixa ela pesada demais para trajes finos.

  • Quando mais claro o couro, menos formal a bota tende a ficar
    • Por via de regra, uma bota preta é mais elegante do que uma marrom claro. É óbvio que você tem que prestar atenção em outras características, mas se todas as coisas forem iguais, a cor escura quase sempre é mais chique.

  • Quanto mais arredondada, ou alto for o bico da bota, mais informal
    • As botas sociais costumam ter o bico baixo. Botas de trabalho tem bicos mais robustos. Botas extremas são excessões (algo muito pontudo ou muito quadrado). São excessões porque estilos muito fora da curva entram e saem de moda.

  • Botas mais largas, com formas mais robustas, são mais casuais
    • A “linha do tempo” acima mostra como a forma impacta a elegância da bota
    • Volta lá em cima na foto do Peaky Blinder. Troca a bota dele por uma Timberland preta pesadona e imagina como o molde dela destoaria das linhas de um terno

  • Costuras duplas, triplas ou quadruplas são sinais de uma bota pra chutar lata e trabalhar. São, portanto, mais casuais
    • As três botas acima são bem parecidas. Todas elas marrons com captoe. O que diferencia a formalidade são os detalhes.

Todos esses pontos de observação interagem para formar uma bota mais ou menos casual. Todos os vários estilos de bota masculina, sem exceção, tem esses diferentes níveis de formalidade. Com o tempo, seu olhar começa a perceber essas coisas e você consegue incorporar qualquer estilo de bota no seu dia-a-dia regulando esse nível com o das roupas que você veste.

Digamos que você gosta de botas com cadarço mas usa sempre ternos? Pode procurar uma bota escura e mais alongada, com couro liso. Ou então que você gosta muito de chelsea boots mas só usa calças largas com pegada workwear? Você pode optar por uma bota com couro rústico, sola de borracha e formato arredondado.

Dessa forma, você escolhe o estilo e compra algo que realmente vai conseguir usar o máximo de vezes. Nada de comprar alguma coisa e perceber que simplesmente não combina com nada que você tem. Desperdício de dinheiro e matéria prima.

Ok, quero exemplos práticos: Como usar a bota masculina certa?

Falando de um jeito prático na hora de se vestir, repare nessas três fotos (abra em uma nova aba se quiser ver melhor os detalhes):

Eu sei que todas elas são extravagantes. O cara trabalha na indústria da moda e esse é o papel dele. Vou te pedir para esquecer isso e segurar um pouco o julgamento, porque as três mostram muito bem esse equilíbrio no nível de formalidade.

Apesar da bota no meio ser caramelo e a da direita ter solado branco, a que mais chama a minha atenção quando olho a roupa como um todo é a bota marrom na esquerda. Deixa eu explicar porque:

Foto da Esquerda

Na esquerda ele veste um terno azul escuro de lã fria com camisa listrada, que são elementos conservadores e elegantes. Nos pés, calça uma bota marrom de design desconstruido e couro surrado, super rústica. Vai de um 9 na formalidade para um 0 com um “fashion statement” que seria notado imediatamente no ambiente onde um terno desse é adequado. Funciona pra ele? Talvez… a gravata chamativa, a barba, o corte de cabelo, a bainha curta das calças… tudo isso deixa claro que o cara tá fazendo isso de propósito.

Foto do Meio

A bota do meio é uma bota brogue caramelo. Esse estilo de calçado tem origens nos pantanos do Reino Unido, de onde foi parar nos pés dos aristocratas britânicos. Eles calçavam quando iam para suas casas de campo, com ternos e paletós de tweed, exatamente o tecido da combinação na foto do meio. O tweed também é um tecido com histórico rústico, para ternos casuais e roupas de trabalo. A bota destoa um pouco pela cor, mas não foge muito do nível de formalidade da roupa como um todo. Aqui, o nível de formalidade (ou casualidade) é bem semelhante (até mesmo a camisa azul e a gravata de flanela estão alinhadas nesse sentido). Se não fosse o corte das calças e a sola branca, seria o figurino de Downtown Abbey.

Foto da Direita

A terceira foto…você pode até desconsiderar o camuflado e imaginar que é azul escuro ou algum tom de marrom. A bota moc toe que ele usa na foto, assim como a brogue, tem um design que remete ao trabalho pesado e caçadas. A calça é de tweed e passa bem próxima. O camuflado entra para deixar a alfaiataria mais casual, trazendo o blazer e o colete (que pelos bolsos, é um design também de caçada) para mais perto da casualidade da bota, da calça e da camisa de cambria. Ou seja, nada que ele veste é formal, apesar dos cortes que nós assossiamos com alfaiataria e elegância.

Fez sentido?

  • Uma bota marrom estilo moc toe com sola de borracha branca é bem casual e tem aspecto pesado. Por isso, ela fica melhor com uma calça igualmente casual, como o jeans ou algo militar/também de trabalho. Você pode usar com uma calça chino, que é menos casual do que um jeans mas não está tão longe da moc toe.
  • Se colocar uma calça social ou um terno, está falando de 8 e 80 e vai chamar atenção e para mandar bem tem que ser bastante estiloso. Uma maneira de trazer o terno/calça social para a realidade da Moc Toe é optar por algo de tweed, tecido com histórico “outdoor”.
  • Em contrapartida, uma bota oxford preta bem polida tende a ficar melhor com um terno ou calças sociais do que com uma calça jeans surrada.

Viu como o detalhe da distância entre a formalidade das peças impacta no todo?

E bota com bermuda, pode?

Não é que não pode, mas raramente fica bom.

Acontece que o Brasil é um país quente, as pessoas gostam de bota, e querem usar com roupas adequadas para nosso clima. É estranho estar adequado da cabeça ao tornozelo, e “desadequado” nos pés, não acha?

No dia a dia, short e bermuda é para quem esta sentindo muito calor. Camiseta, camisa de manga curta, regata… todas roupas para aliviar um pouco o calor. Bota é funcional, quente, pesada. Ir na praia de bota não é estranho? A bota sozinha, fica perdida. É incoerente.

Mas isso não quer dizer que não dê para usar no contexto certo. Acho super apropriado bota com bermuda em um festival, por exemplo. Também acho necessário se você for fazer uma trilha no calor. A bota protege o pé e evita torções. É válido também se for realizar alguma tarefa manual, trabalhar, limpar a garagem. A bota aguenta a pancada.

Algumas pessoas também conseguem quando o resto da roupa é bem utilitária. Uma combinação comum é uma bota de trabalho (que é o mais casual possível) com bermudas jeans ou camufladas. Outra que funciona bem é uma desert boot, que também é despojada. Não gosto, mas algumas pessoas ornam o estilo.

A resposta dessa pergunta depende do motivo pra você querer usar bota: Gosta de bota colocar uma no pé vai te deixar feliz? Use como quiser (a desert boot, na minha opinião, é a melhor opção para quem quer tentar). Quer estar bem vestido, com um estilo coerente? É mais fácil acertar trocando a bota por algo mais leve, ou a bermuda por uma calça jeans.

Entendeu como funciona? A ideia é aplicar nos calçados a mesma observação de formalidade que já usamos nas roupas.  Da mesma forma que um terno é mais formal que uma calça jeans, uma bota escura de couro liso é mais formal do que uma bota de camurça. Uma bota de couro claro é mais despojada, da mesma forma que um terno de linho bege é casual e mais agradável para o dia. Quando mais harmônico nessa escala for a combinação de roupas, maior a chance de você ficar estiloso e bem vestido. Não que esse seja o único caminho, é o caminho mais prático para quem não tem tempo nem vontade de arriscar.

Agora, vamos para enxurrada de fotos com gente mandando bem nas combinações com vários estilos de bota!

Como usar bota masculina: Dicas para balancear o look

bota masculina oxford com terno

Essa primeira mostra bem a questão do grau de formalidade. A bota oxford dessa foto tem detalhes de brogue e couro marrom. Quando mais detalhes e texturas, menos formal. O cara o equilíbrio legal com um terno de tweed mais rústico que equilibra com a bota, ao invés de um terno muito sofisticado.

Na foto abaixo, o cara da direita combinou uma bota derby mais clássica (couro escuro liso, sola fina, bico baixo) com um jeans lavado (mais casual do que a bota) e contrabalançou tudo com um blazer azul marinho e um chapéu. No meio, a bota é um pouco mais casual por ser clara e ter brogue no capote. O jeans bruto segue a mesma proposta, assim como o peacoat em denim e um gorro para finalizar. Na última foto, a bota é bem mais rústica, toda surrada, bem a vontade com o jeans desbotado e a jaqueta de lona encerada. A camisa é social, mas de algodão oxford e colarinho button down, elementos bem informais.

Nas três fotos a seguir, vemos a mesma lógica:

  1. A foto do meio é de uma bota preta tipo coturno antigo, com couro liso que se passa por um calçado um pouco mais elegante. A calça é social, mas de tecido intermediário para não destoar da bota. O suéter e a jaqueta de couro também escuros fecham o look monocromático bem elegante. Se fosse uma Dr Martens ali em baixo estragaria tudo por ser muito mais bruta do que o restante.
  2. Na direita, a bota militar vintage fica bem legal com o chino de corte clássico e o blazer de tweed, bem casual (se fosse um paletó de lã fria não funcionaria).
  3. Na esquerda, a barra da calça cortada e a camisa desbotada contribuem para deixar a bota ainda mais casual. Tudo tem cara de que é bastante aproveitado

Por ser uma bota pesada também pode ficar muito boa com um estilo moderno. Ela equilibra bem as proporções nas combinações abaixo:

Espero que tenha gostado!

Não existe uma regra que indique que você deve usar botas no inverno, apesar de ser essa a época que elas mais aparecem nas lojas e revistas de moda.

Elas são, sem dúvida, mais práticas que os sapatos. A altura protege e apoia os tornozelos; elas são muitas vezes feitos de couro resistente que lida melhor com a água; e muitas tem solas de borracha, com grip extra em épocas úmidas.

São pelas propriedades estéticas, no entanto, que muitas pessoas gostam de vestir botas, e você pode fazer isso no ano inteiro. A variedade de estilos e jeitos de usar é enorme. Sinceramente, tem como você encaixar uma boa bota em qualquer estilo.

Para isso, basta escolher os modelos que são mais adequados e ficar atento aos sinais de formalidade/casualidade. Se você conseguir equilibrar o grau de elegância/despojamento da sua bota e do seu guarda-roupa, terá em mãos (nos pés) um calçado versátil que você pode usar por anos e anos!

Dicas para comprar uma bota masculina

botas masculinas worker como usar

Recomendo que você economize para comprar uma bota bem feita com exatamente o design que você quer. Garanto que vai aproveitar muito mais. Existem marcas que são consideradas as melhores marcas de botas do mundo, mas você não precisa comprar algo fora do seu orçamento. Basta escolher uma opção com bom custo benefício. Neste guia eu expliquei alguns pontos que diferenciam um sapato de qualidade.

Quando for comprar uma bota preste atenção no tamanho. É muito comum que uma bota masculina tenha numeração grande. A maioria dos modelos que usamos hoje foram feitos em cima de formas usadas para fabricação de botas de trabalho. Essas botas eram largas para acomodar palmilhas, meias grossas, e o inchaço do pé durante as longas horas de labuta.

Sempre que possível, experimente antes de comprar. Nem toda forma serve bem qualquer pé. Se não for possível experimentar, pergunte. Utilize os canais de atendimento das lojas online, pesquise em foruns, leia reviews. Se informe para fazer a escolha certa. Você nunca deve abrir mão de um bom calce e conforto.

Agora, vá em frente. Escolha a bota que mais gosta e caminhe sem olhar para trás. Se ainda ficou qualquer dúvida ou sugestão, deixa um comentário para conversarmos.

Conclusão

bota masculina de camurça como usar

As botas masculinas evoluíram sempre com foco na proteção. Contra os elementos da natureza, em batalhas, na montaria, e também no trabalho. O sapato masculino só foi ganhando força à medida que humana se tornou segura e confortável. Mas e agora? Se passamos mais tempo na cidade do que na floresta, as botas são realmente necessárias?

Você não precisa ter uma para completar seu guarda-roupa, mas a moda é uma ferramenta que passa mensagens variadas em ocasiões e contextos diferentes para as pessoas ao seu redor. Nesse sentido, a firmeza de uma boa bota pode ser o que faltava para você sentir a confiança de estar na sua melhor verão.

Tem um outro lado um pouco mais prático, menos subjetivo. Um dos textos que eu mais gostei de escrever foi o sobre os tipos de sapato e a construção goodyear welted. Conhecimento sobre as diferentes opções, também nos ajuda a comprar bons produtos; que vamos realmente usar e que duram um tempo justo em troca do nosso dinheiro. Isso tudo sem cair em papo furado de vendedor e sem depender dos outros para decidir.

Quanto mais você souber, mais fácil escolher qual mensagem passar (ou como adequar/quebrar regras) e como escolher uma bota que não vai te deixar na mão nem ficar no fundo do armário. O primeiro passo, é saber quais as combinações mais comuns.

Se ainda ficou alguma dúvida, não se preocupe: é só deixar um comentário!

banner-loja-geralPowered by Rock Convert
Lucas Azevedo
Escrito por Lucas Azevedo
Apaixonado por experiência do cliente, varejo e produtos. Criei o Só Queria Ter Um para compartilhar minhas experiências com botas, raw denim e vintage!