Paul Simonon, o Estilo Punk do baixista do The Clash

Powered by Rock Convert

A capa do disco London Calling é uma das mais icônicas do rock. Na foto em preto e branco Paul Simonon, o baixista do The Clash, aparece quebrando o seu instrumento. Capa que define o estilo punk, como era o The Clash, conhecidos tanto pela música quanto pela maneira de se vestirem.

Os vocalistas das bandas costumam chamar mais atenção. Os baixistas ficam atrás, escondidos, fazendo a ligação entre a guitarra e a bateria. Paul Simonon ia um pouco além. Ele era a força criativa por trás do visual do The Clash.

Foi ele quem teve a idéia de criar um “look” para a banda e misturou com facilidade várias referências. O The Clash misturou ternos bem cortados, botas militares, jaquetas biker, arte e música para criar uma estética especial.

Quem Foi Paul Simonon?

Paul Simonon com jaqueta Perfecto estilo punk

O baixista do Clash, Paul Simonon, foi o único membro do grupo que fez parte da banda desde a sua criação, em 1976, até a sua dissolução, em 1986.

Paul Gustave Simonon nasceu no dia 15 de dezembro de 1955, em Londres, na Inglaterra.

Ele foi criado primeiro em Britxon, cidade que entitula uma das minhas músicas favoritas do The Clash, e depois em Notting Hill, palco das revoltas que o The Clash canta a respeito na música White Riot.

Jovem, da working class, ele frequentou escolas predominantemente negras, resultando em uma admiração pela alma e sons jamaicanos.

Antes da música, ele mostrou grande talento como artista e ganhou uma bolsa de estudos para uma escola de arte onde desenvolveu um senso estético que aplicaria na banda.

Guinada para a música e o The Clash

Paul Simonon baixista do The Clash

Em meados dos anos 70 ele decidiu tentar fazer música. A primeira tentativa foi como vocalista de um grupo de Londres chamado London SS. O teste não deu certo, mas valeu uma amizade preciosa.

O novo amigo era ninguém menos do que Mick Jones, futuro guitarrista e vocalista do The Clash, que ensinou o novo amigo a tocar baixo.

Em 1976 a dupla recrutou o cantor e guitarrista Joe Strummer e formaram a The Clash, nome que Simonon sugeriu enquanto lia um jornal.

Quem juntou os dois foi o manager Willy Rhodes. Ele pediu ao Mick Jones que recrutasse o baixista simplesmente porque tinha um excelente visual. Quem contou a história foi o próprio Simonon, nessa entrevista ao The Guardian.

“Eu era meio Bowie, meio suedehead. E mais importante ainda, eu fazia universidade de arte. O Mick gostava disso. Ele sempre foi fã da cultura pop. Ele sabia tudo sobre Stuart Sutcliffe, que também era artista e o melhor amigo de Lennon no início dos Beatles.””

“Eu lembro que o Mick me apresentou para todos os colegas: Esse é o meu novo baixista, Paul. Ele não sabe tocar mas é pintor.”

O estilo punk The Clash

the clash década de 70 suedehead

Essa foto foi bem no início do The Clash.

A banda começou com um visual meio suede head, uma subcultura britânica.

Logo em seguida a banda deu uma guinada para o visual motociclista fora da lei, aquele visual clássico do punk rock.

Ao longo dos lançamentos de disco a banda foi sempre adequando o visual à fase. O The Clash, como todas as bandas punk, tem um relacionamento interessante com a moda. No caso deles, esse relacionamento era impulsionado pelo baixista.

Arte e Moda

the clash pollock

Como estudante de arte ele sempre foi muito atento aos detalhes e a imagem projetada pela banda. Quem injetava esse estilo num bando de caras com dentes péssimos era o Paul Simonon.

Desde o início eles exerceram uma filosofia “do it yourself” bem kustom culture, com stencils nas camisetas, slogans escritos à mão e instrumentos cobertos de tinta, inspirados por Pollock.

“Era o estudante de arte dentro de mim tentando achar um look que nos diferenciasse dos Sex Pistols.Os Buzzcocks eram bem Mondrian, e nós eramos Pollock.”

Outlaws

Paul Simonon Triumph Motorcycle

Quando o The Clash mudou o visual para o estilo punk icônico, com jaquetas de couro e jeans destruídos foi porque Simonon começou a cultivar uma fascinação pela cultura fora-da-lei dos motociclistas da época. Sabe como é… estilo de moda é extensão do estilo de vida.

London Calling

Paul Simonon baixista do The Clash

No período London Calling, nova mudança, foi ele quem puxou o visual

Nessa época o The Clash começou a fazer algumas aparições com ternos que pareciam ter saído da era de ouro de Hollywood. Ternos bem cortados acompanhados de chapéus fedora e sobretudos.

Paul Simonon misturou a moda de rua do underground britânico com militarismo e alfaiataria. Fez isso sem forçar a barra, de um jeito bem cool e despojado. Bem diferente de quem tenta ter o “look punk”, não?

As fotos são incríveis…

  • Ternos com creepers de camurça
  • Engineer Boots
  • Botas Dr Martens quando elas ainda eram um símbolo de rebelião, e não de conformidade
  • Acessórios masculinos variados… colares, anéis e chapéus.
  • Camisas militares vintage
  • Jaquetas perfecto
  • Blusa Rockabilly
  • Chino com bainha italiana
  • Ternos risca de giz de mafiosos com blusa polo…

A banda foi sem sombra de dúvidas uma pioneira da moda no rock, e manteve o bom gosto quando as coisas ficaram bem estranhas nos anos 80!

Paul Simonon The Clash Estilo Punk

Paul Simonon e David Bowie

Paul Simonon Engineer Boots

Paul Simonon The Clash

Paul Simonon The Clash

The Clash - Revista Life

Paul Simonon The Clash

Paul Simonon baixista do The Clashpaul simonon baixista do the clash de boina e roupa preta

Eu não tenho a manha de dar “dicas de moda que você pode aprender com a pessoa x” então dá uma força aí… diz nos comentários o que você mais curtiu (ou não) no estilo punk dos caras.

Confira mais alguns ícones de estilo masculino e segue o blog no Instagram para mais dicas de como trazer as referências do passado para o presente!

engineer boot goodyear weltedPowered by Rock Convert

2 thoughts on “Paul Simonon, o Estilo Punk do baixista do The Clash”

  1. Muito bacana essa matéria. Gosto muito de moda por expressar o estilo de vida das pessoas criando tendencias coisa e tal. Bacana também o estilo “faça você mesmo”, mas o Clash ficou estiloso demais quando aderiu as roupas clássicas de alfaiates. Forte abraço!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *