Fatigue Pants: Qual a história e como montar looks com a calça OG 107?

O verde militar é muito mais que uma tendência. É uma das cores mais versáteis no guarda-roupa masculino e vai permanecer na moda por muito tempo. Uma das peças mais icônicas neste tom é a fatigue pants OG 107, uma calças verde oliva que o exército americano adotou após a Segunda-Guerra Mundial. Você conhece?

Se você gosta de uniformes antigos tanto quanto eu, já deve conhecer essa calça masculina feita em algodão no famoso tom verde OG-107 que veste muito bem e permite criar inúmeros looks. Uma excelente alternativa para dar um tempo do selvedge denim, principalmente nos meses mais quentes.

Tanto a calça quanto a cor tem uma história super interessante, então neste post vamos conhecer a fatigue pant, viajar por sua história, e conferir algumas dicas imperdíveis para usar essa calça militar masculina no seu dia-a-dia. Confira!

O que é o verde militar OG-107?

tecido cetim algodão og107 do exército americano
Essa mão não é minha

A especificação OG-107 faz parte do código de coloração verde do Exército dos EUA, e esse verde tem uma história muito bacana.

Em 1949, o Office of the Quartermaster General decidiu revisar o uniforme das forças armadas americanas porque achava o “Olive Drab” muito monótono e isso seria uma desvantagem para o recrutamento. Além do antigo tom ser abertamente comparado com vômito, as forças armadas da época achavam que a massificação de peças militares na vida civil erodiu o prestígio do uniforme.

A busca por uma nova cor foi um dos mais abrangentes processos de desenvolvimento e teste de mercado na história do vestuário! Um comitê consultivo determinou que um verde-cinza neutro era a escolha mais favorável para o maior número de pessoas. Em seguida, testaram os novos uniformes em cerca de 15.000 soldados em 24 cidades, quantificando o entusiasmo dos recrutas, veteranos e esposas; além de outros experimentos. Você pode ler mais sobre isso nessa compilação de relatórios oficiais.

A nova cor foi chamada de OG-107, e projetava a “confiança e prontidão de uma força militar autoritária”, relatou o historiador Shelby Stanton em seu livro U.S Uniforms of the Cold War “. Esse verde complementou o desejo que os Estados Unidos tinham de criar uma imagem profissional frente a seus adversários da Guerra Fria.

Ironicamente, algumas décadas após o seu lançamento, ele seria subvertido pela onda de revoltas e movimentos jovens anti-autoritários. E foi nessa mistura de utilitarismo e bravura, com paz e protestos, que a cor e esses uniformes entraram para o folcróre do vestuário masculino!

Utility Uniform: O uniforme militar que virou uniforme de protesto

Utility Uniform

Devido ao contexto histórico, o conjunto de peças que forma o Utility Uniform é provavelmente o mais icônico entre os uniformes na cor verde OG-107. Homenagens ao passado ou mensagens políticas não tem nada a ver com meu gosto por essas calças, mas não dá para ignorar sua força simbólica.

O uniforme era formado por uma camisa simples de fechamento por botões e dois bolsos no peito com abas e botões, e uma calça reta com patch pockets na frente e dois bolsos com aba atrás. O nome dessa calça que foi parte do uniforme usado pelos soldados americanos no início da Guerra do Vietnã é OG-107 Cotton Sateen Utility Uniform, também conhecida como fatigue pants.

O que são fatigue pants?

fatigue pants og 107 vintage
Fatigue Pants OG 107 (Utility Pants)

“Fatigue” significa fadiga em inglês. Esse negócio de “calça fadiga” é para usar quando você está cansado? Eu vou explicar!

O nome tem origem no termo fatigue duty (dever de fadiga), obrigações militares que não envolvem combate. As fardas mais elegantes servem para ocasiões cerimoniais, enquanto fatigues são os uniformes que as tropas recebem para qualquer escavar, limpar, consertar, transportar, etc.

A calça OG-107 Utility Pant foi um desses uniformes. Serviu como calça militar de trabalho e depois combate em todos os ramos das Forças Armadas dos Estados Unidos, sendo um dos uniformes que permaneceu em uso por mais tempo no Exército dos EUA, indo desde 1952 até a chegada do BDU Woodland em 1982.

fatigue pants vintage
Fatigue pants OG-107 usada

As primeiras fatigues eram feitas em algodão na cor “Olive Green 107“. A partir dos anos 70, elas passaram a ser feitas em uma mistura de algodão e poliéster no tom “Olive Green 507“. A variante poli-algodão OG-507 lançada na década de 70 retém mais a cor, permanecendo escura por mais tempo. Porém, as versões de algodão desbotam para um cinza esverdeado muito bonito. É por isso que prefiro as mais antigas de algodão!

Fatigue pants nos movimentos anti-guerra

John Kerry
John Kerry, 27, ex-tenente da Marinha que foi ferido três vezes no Vietnã e que ganhou a estrela de prata por heroísmo, fala ao Comitê de Relações Exteriores do Senado em nome dos Veteranos do Vietnã Contra a Guerra (VVAW), no dia 22 de abril de 1971. (AP Photo / Henry Griffin)

Na minha opinião, a grande virada onde um simples uniforme militar virou um símbolo do movimento civil anti-guerra aconteceu em 1971, quando o tenente da marinha John Kerry voltou da Guerra do Vietnã e proclamou sua posição de protesto vestindo seu utility uniform verde OG-107.

Outros seguiram. Country Joe em Woodstock, John Lennon no Madison Square Garden e Jane Fonda na Free the Army mostram a todos como uniformes podiam ser vestidos como forma de protesto. O jovem da contracultura vestia uniformes militares para enfrentar a máquina bélica, para honrar os garotos destinados a morrer em conflito (e também para curtir a vida boêmia, como qualquer jovem, nas horas de descanso).

No livro “The Language of Clothes“, Alison Lurie comenta que “o garoto de cabelos compridos vestindo jaqueta Eisenhower não era covarde; que ele não era contra todas as guerras – apenas contra o conflito cruel e desnecessário para qual ele estava em perigo de ser convocado”.

E foi assim que um uniforme militar entrou para o guarda roupa civil, não apenas de veteranos ou daqueles em busca de uma opção utilitária e barata, mas também entre os jovens e o público engajado. A peça se tornou um símbolo para uma geração, e “cool” para outras.

Como usar fatigue pants no seu look

como usar fatigue pants

Os uniformes do Exército dos EUA da década de 1950 ofereciam proteção contra o frio na Coréia. Já os uniformes dos anos 1960 e 1970, evoluíram para atender às exigências tropicais da guerra no Vietnã. Lembra o clima de algum lugar? Elas são mais leves e arejadas, além do tecido ser bastante maleável. São ótimas até nos dias mais mornos.

Sei que usar calça colorida ainda assusta muitos homens, mas se eu tivesse qu indicar apenas uma cor incrível para variar suas opções de calça, seria o verde militar. Arrisco dizer que ela rende até mais opções que uma calça jeans!

A calça verde militar OG-107 é uma ótima pedida para mudar um pouco o visual e variar seu guarda-roupa. Além de combinar com o próprio verde, ela combina demais com jaquetas jeans e jaquetas de couro. Não é atoa que uso tanto.

Se você ainda está com dúvida, dá uma olhada nas inspirações que eu separei.

Combinações simples são as melhores

Como a sugestão é para o calor, tente combinar a calça fatigue com uma boa e velha camiseta branca ou algumas camisas havaianas (como um soldado em descanso no pacífico). Jaquetas jeans ou camisas chambray também são um tiro certo. Outra dica é combinar com preto, seja na camiseta ou no calçado.

Essa calça também faz parte do estilo Ivy League, e os fãs do visual tradicional das universidades americanas de décadas passada gostam usar a fatigue para substituir as calças chino, combinando-a com um blazers azul marinho e sapato social.

O corte reto (ou largo funciona) melhor

É muito provável você ler que as calças estilo militar devem ser perfeitamente ajustadas nas pernas. Errado! Experimente vestir ela bem solta, trazendo a influência dos uniformes para o seu visual. A fatigue pant não deve ser uma calça perfeitamente ajustadas. Eles ficam bem mais legais com um “anti-fit” bem casual.

Variações com botas e tênis

Vimos como os uniformes na cor OG-107 acabaram se transformado em símbolo para os dissidentes. A jaqueta verde nessa cor, representou um solitário (Robert De Niro em Taxi Driver), um neurótico (Woody Allen em Annie Hall), e a resistência contra o sistema (Al Pacino em “Serpico”).

Talvez por isso, essas calças sejam tão versáteis. Bastam apenas alguns detalhes para você mudar completamente a proposta. Projetam um ar utilitário se vestidas com botas e jaquetas militares. Inforporam o lado livre boêmio dos anos 70 com Birkenstock e barra dobrada.

Gosto bastante da comparação dessas duas fotos abaixo. Ambas bem parecidas, com blazer azul e a mesma calça. Muda o chapéu e o tênis, e o look fica totalmente diferente. Um mais “durão” e o outro mais “alegre”:

Onde Comprar fatigue pants

As fatigue utility pants, como muitas das roupas que vestimos hoje, eram uniformes militares. Então, se você quiser, pode comprar vintage.

Vintage

  • Os brechós Broadway & Sons e Wooden Sleepers costumam ter. Quanto mais antigas, mais caras. A de nylon-algodão é muito mais barata do que a versão em cetim de algodão.
  • Outra opção, é buscar no Etsy ou até mesmo em nosso Mercado Livre. Eu já coloquei link com as buscas prontinhas para você procurar seu tamanho.

Atuais

Mas, como tudo que é vintage, o garimpo é seu melhor amigo. Na era moderna, isso significa pesquisar bastante no Google por “vintage fatigue pants”, “OG 107 fatigue pants”, etc.

Não curte coisa velha ou não está a fim de procurar? Existem duas marcas muito acessíveis com versões alguns tecidos diferentes.

  • A Earl’s Apparel chegou a fabricar calças para o exército americano e tem modelos largos e mais slim, em cetim de algodão (não tão interessante quanto os vintage). Ela não tem loja própria mas você encontra na Independence Chicago e Snake Oil Provisions
  • A Stan Ray é outra marca super tradicional de Workwear, com versão em ripstop.
  • No Brasil, a Breaknecks lançou um modelo de fatigue pants (no entanto, não é feita na cor/tecido OG-107)
  • Um pouco mais cara, porém a minha favorita, é a versão feita pela Orslow nas versões Regular ou Slim. Elas praticamente o preço de uma vintage original, considerando que tem os ajustadores na lateral (um detalhe que sumiu nas versões mais modernas).
  • Outra marca interessante é a Engineered Garments. Eles tem as fatigues da linha Workaday, com corte largo em tecido tradicional, e as versões da linha principal com alguns detalhes criativos como zíper escondido nos bolsos.

Espero que você tenha curtido as dicas e fotos de inspiração! Quem sabe essa pode ser a próxima calça que você compra para deixar seu jeans respirar?

2 thoughts on “Fatigue Pants: Qual a história e como montar looks com a calça OG 107?”

  1. Avatar
    Marden

    Alô Lucas, como vai? Comprei um réplica de uma calça fatigue. Como ela é nova, gostaria de saber se há alguma dica para fazer com que ela perca esse aspecto de tecido novo e pareça já uma calça “surrada”, com a cor meio desbotada. Sou leitor do seu blog.

    1. Oi, Marden. Beleza?

      Parabéns pela aquisição. Agora, você precisa usar!

      É o único jeito que eu conheço, hehe.

      Abs!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *