Pular para o conteúdo

Calça Lee: Onde encontrar os clássicos jeans Lee?

calça jeans lee

O jeans pode ter surgido na França, mas as grandes responsáveis pelo sucesso do tecido são três empresas americanas: Levi’s, Lee e Wrangler. Juntas, elas foram responsáveis por transformar a calça jeans na melhor roupa para trabalho e, mais tarde, reinventá-la como símbolo de juventude e moda. Nesta disputa de gigantes, a Levi’s foi com certeza a grande vencedora. Por isso, muitos acabam não lembrando de outra que marcou forte presença na história deste tecido que todos amam, a Lee.

Neste post, vamos explorar o legado desta marca que surgiu há mais de cem anos, e é nostálgica para muitos brasileiros. Continue a leitura!

A História da Lee

lee workwear

A Lee foi fundada por Henry David Lee. Ele tinha uma loja no Kansas onde começou a vender roupas de trabalho. A Levi’s liderava o mercado de uniformes para mineiradores (conheça a história da Levi’s) e começava a fletar com cowboys e fazendeiros. Henry Lee percebeu que a industrialização dos Estados Unidos fez com que trabalhadores, em diversas indústrias, precisasem de uniformes especializados.

Ele começou a fazer os próprios produtos em 1889, aumentando a margem e resolvendo alguns problemas de qualidade. Assim nasceu a marca Lee. O primeiro produto de grande sucesso foi o Lee Union-All, um macacão jeans lançado em 1913 que se tornou o favorito entre mecânicos.

macacão lee union alls

As notícias e mercadorias não viajavam com tanta facilidade naquela época, e a geografia separou os clientes do Sr. Levi e do Sr. Lee. A Levi’s dominava a costa oeste dos Estados Unidos, e a Lee, por sua vez, reinava na costa leste. O força das marcas em seus respectivos mercados era tão forte, que em 1954, quando a Levi’s entrou na costa leste com o jeans 501 na “east coast“, ela teve que lançar uma versão com zíper porque o mercado não estava acostumado com fecho de botão.

Nas suas primeiras décadas de vida a Lee sempre buscou inovar para acompanhar as necessidades do mercado. Em 1925, ela desenvolveu o “jelt denim” retorcido, mais resistente que o padrão. No ano seguinte, ela lançou as primeiras calças jeans com zíper ao invés de botões. A Lee também foi a primeira, entre as três grandes marcas (Levi’s, Lee e Wrangler) a começar a utilizar o denim sanforizado.

Ao longo de sua história, a Lee criou alguns designs que se tornaram padrão na moda jeanswear. Suas jaquetas, por exemplo, servem de base para qualquer marca que lança uma jaqueta jeans. Até hoje você encontra alguns desses designs icônicos na coleção da Lee.

Os produtos clássicos da Lee

A Levi’s tem sua calça 501 e a Lee a calça jeans 101.  Um diferencial do jeans da Lee para os outros era o tecido ser tecido da esquerda para direita (left hand twill), que é mais macio ao toque. A maioria das marcas usava, e ainda usa, o jeans feito da direita para esquerda (right hand twill).

A Levi’s fez as primeiras jaquetas jeans, Type I e Type II. A Lee, seguiu com a jaqueta Storm Rider 101J forrada com lã e suas jaquetas Loco para trabalho pesado. A Lee 101 dos anos 30 é um dos casacos jeans mais bonitas que existem:

Jaqueta Lee-101j 1930
Jaqueta Lee-101j de 1930

Em 1949 a Lee lançou a Storm Rider (101LJ), jaqueta com um corte mais ajustado do que as outras da época. A Levi’s seguiu com o modelo de jaqueta trucker Type III, buscando concorrer com essa nova modelagem, que até hoje é um clássico.

jeans lee história

Cada mercado era relativamente leal às marcas de sua regiào. Essa competição intensa, além de estimular a criação de produtos, também inspirou a publicidade. Em 1920, a Lee criou o Buddy Lee, um boneco vestindo mini-macacões, e o distribuiu para seus revendedores. Hoje, esse bonequinho carismático é um dos colecionáveis mais desejados pelos amantes do selvedge denim.

Boneco Buddy Lee

Essa disputa também levou a Levi’s a color aquela famosa etiqueta vermelha “Red Tag” no bolso de todas as suas calças em 1936, pois os arcos costurados no bolso estavma sendo copiados por todos os seus concorrentes, inclusive a Lee. A partir de 1926, todas as calças jeans da Lee tinham exatamente a mesma costura de arcos em seus bolsos. Ela só trocou o desenho para o “Lazy S” que conhecemos hoje em 1943, quando a Levi’s registrou os direitos de uso dos arcos que ela criou.

A evolução do jeans Lee: Porque a marca sumiu?

james dean giant
James Dean em Giant. O personagem vestia uma calça Lee.

Para entender a calça jeans moderna temos que falar do fim da Segunda Guerra Mundial. A transição pós-guerra trouxe uma nova era para a moda masculina, que foi ficando cada vez mais casual.

O jeans fez parte do uniforme de guerra dos Estados Unidos, e a excesso produzido durante a guerra foi vendido a preços muito baratos, transformando a peça em um item básico para uma população que estava saindo de um racionamento. Soldados americanos estacionados no exterior também ajudaram a popularizar a calça jeans.

Apesar de muito popular, a calça jeans não contava com a aprovação dos mais conservadores por estar associada ao trabalho braçal e a essa escassez pós-guerra. A nova cultura jovem foi ao pouco se desligando dessa visão, e a moda masculina foi cada vez mais quebrando esses conceitos de classe. Uma década após o final da Segunda Guerra Mundial, filmes como The Wild One e Giant, lançados em 1954 e 1956, criaram um novo mundo para a Levi’s, Lee e Wrangler.

Seguindo as novas tendências, o slogan original da Lee, “os jeans que construíram a América“, foi substituído por “roupas confortáveis para o trabalho e o lazer“. As fotos abaixo mostram a diferença de posicionamento da marca, que passou a incluir pessoas mais jovens em seus anúncios que antes mostravam trabalhadores e enfatizavam a durabilidade do produto:

historia da lee
história da lee

A marca cresceu muito nos anos 50 e 60 até ser comprada pela VF Corporation em 1969. Esse talvez seja uma das principais diferenças na percepção que o mercado tem da marca em relação à Levi’s. A VF Corporation é uma potência do vestuário, dona de marcas como a Vans, Timberland, North Face, Wrangler, Lee e Dickies. Eles tem 24 fábricas em todo o mundo e cerca de 60.000 funcionários.

Percentenco a um grupo – em busca de lucro – o posicionamento da marca sempre foi mais pragmático – focado em vender alto volume em lojas de departamento como Wallmart – enquanto a Levi’s engajava o público jovem através de campanhas de moda, por exemplo. Uma exceção talvez seja o Brasil, onde a marca atuou com bastante criatividade na década de 1980.

Em 1995, a Lee terminou de transferir toda a sua produção para a China, embora tenha uma linha premium que é feita nos EUA, Europa e Japão. A linha premium é muito boa, mas o fato da empresa pertencer a uma coorporação enorme não é tão atrativo para um outro nicho importante, aquele que busca produtos clássicos feitos com qualidade, demonstrando grande preocupação pela procedência daquilo que compra. Com tantos funcionários, tantas fábricas, uma organização tão enorme e tantos interesses de capital, fica mais difícil aceitar que tudo é feito eticamente.

Talvez por isso, o valor que os clientes enxergam nos produtos vintage da Lee, não são transferidos com tanta força para a linha retrô. Esse mesmo público de nicho também descarta a Levi’s “básica” e tem dificuldade em aceitar os produtos da linha Levis Vintage Clothing, que exploram o histórico da marca que não tem mais nenhuma produção em seu país de origem e foi responsável pelo fechamento de uma das produtoras de jeans mais queridas pelo público “vintage”.

A Wrangler seguiu forte com a idéia do cowboy americano. A Levi’s, eu vejo como marca que fez a transição do trabalho para a vida urbana, em alguns momentos ainda explorando o seu legado que há muito deixou de significar algo real. A Lee ficou no meio do caminho, sem uma identidade muito forte, e talvez por isso tenha sumido e se transformou em uma marca que nos Estados Unidos é vendida em lojas como o Wallmart. Essa falta de um vínculo físico com seu legado, e o fato da marca ser mais uma no portfolio de um grande grupo, foi ao poucos tirando a Lee do radar de diferentes públicos.

36 comentários em “Calça Lee: Onde encontrar os clássicos jeans Lee?”

  1. Cleiton Fauth

    Concordo plenamente. Agra entendo por quê não se consegue mais encontrar a marca por aqui. Estou atras deu man jaqueta tradicional, aquela q era bem dura e pesada mas não encontro. A sua calças também me interessam mas a dificuldade e a mesma.

  2. ONDE COMPRAR CALÇAS LEE ORIGINAL ANOS 7O E JAQUETA LEE E MAVERICK,POIS TIREI MUITA ONDA NOS ANOS 6O E 7O POIS SEMPRE TIVE CALÇA LEE POIS MEU PAI ERA DA MARINHA MERCANTE E OS MEUS PEDIDOS QUANDO EELE IA PARA AMERICA ERAN SENPRE AS CALÇAS LEE. SE ALGUEM SOUBER ONDE ENCONTRO AS ORIGINAIS ME AVISEM.

    1. Oi, Sergio. A grande parte das informações na internet sobre como datar uma calça Lee são baseadas nos modelos Americanos (exemplo aqui). Eu não sei se elas se aplicam às calças vendidas no Brasil, porque na época, a Lee produzia aqui. Se não me engano em Porto Alegre na década de 70 e no Nordeste nos anos 80, na Pajuçara Confecções. As que são feitas atualmente, tanto no Brasil quanto la fora, são bem diferentes e com tecido mais leve e normalmente já com lavagens.

      O que você gostava nas antigas era o fato de serem rígidas e desbotarem?

      1. Olá Lucas, fico super feliz com os comentários da Lee, na minha juventude nos dizíamos vou colocar uma calça Lee, ou seja iria colocar uma calça de Jeans, trabalhei 10 anos na fabrica de PAlegre -RS e Forlaleza-CE e quando a fabrica fechou foi muito triste, amavamos trabalhar com esta marca, grande empresa, ainda bem que tenho muitas peças de roupa da Lee, jaquetas, coletes, calças etc., torço para que um dia ela volta a produzir no Brasil , grande abraço.

        1. Oi, Orlando. Tudo beleza? Que incrível… deve ter muita história para contar. Você é que está alimentando um blog sobre a Lee que visitei estes dias?

          Também torço para que volte! A marca deu uma sumida do Brasil e até mesmo dos EUA. Me parece ter perdido muito do prestígio e hoje só é encontrada naquelas lojas “outlet”.

          Não peguei essa época das calças Lee, mas escuto as histórias!!!

          1. Aonde encontrar outillets das calças Lee moro em salto sp outro coisa aonde também encontra fábrica da levis

        2. Vanderley Burri

          Trabalhei como vendedor de 1982 a 1999
          Nos anos 80 era a fábrica em Porto Alegre como Lee ind de confecções
          Depois de foi vendida para VICUNHA que montou uma fábrica em Fortaleza no bairro industrial de Maracanau
          Depois a VF CORPORATION assumiu toda operação e agregou diversas marcas inclusive a WRANGLER dentre outras marcas
          A LEE foi perdendo o público consumidor pois perdeu a identidade e o produto juntamente com todos outros jeans foi engolido pelas pequenas fábricas .
          A VF CORPORATION ainda tentou levantar a marca operando com lojas exclusivas em shoppings , mas parece que não deu certo.
          Para mim foi uma escola e aprendi muito com a parte de moda jovem.
          Infelizmente hoje com a globalização das marcas (todos segmentos) acabaram com as marcas tradicionais
          Mas LEE marcou muito

      2. Por favor sabe me dizer se existem calça Lee falsificadas? Comprei uma calça no brecho e queria saber se é original, ela é tamanho bem grande (trabalho com plus size), saberia me dizer como verificar isso?Obrigada!

  3. Boa tarde ,

    Tem uma loja direto da fábrica que vende as Marcas Thost Wrangler e Lee no Outlet Premium em SP.
    Os preços são de fábricas mesmo jeans de coleção a R$ 129.90 enquanto nas lojas regulares saem no Mínimo por 239.00.
    Tem mais 2 lojas dessas no Estado de Santa Catarina no Outlet Premium Porto Belo e no Fashion em Tijucas do grupo Iguatemi.
    Em Braganca Pta – SP .Mega loja ao lado do Mac Donalds.
    Por último no Outlet espaço Atibaia .Rod Fernão Dias próximo a Polícia Rodoviária.

  4. Virgílio B. Teixeira

    Olá!

    Tenho mais de 50 anos e sou do Rio de Janeiro,e entre às décadas de 70 e 80 eu tive Calças e Macacões da LEE, LEVI’S e WRANGLER, e era bem fácil de encontrá-las, por aqui.

    Eu tenho uma calça da LEE…que eu comprei em uma Loja da Zona Sul, tradicional para estas marcas chamada SAINT JAMES, em Copacabana, que, infelizmente, fechou suas portas depois de décadas vendendo estas marcas.

    Mesmo as Calças que são importadas (compradas lá fora) tem tecidos diferentes dos daquela época…

    Mas procurando calças da LEE (também vi seu Site em construção) encontrei, no ano passado, aqui, na NET, calças da LEE e da WRANGLER, também.

    Estas Calças são fabricadas no Brasil(?), mas não deixa de ser LEE.

    SITE: https://www.magazinekubo.com.br/cal%C3%A7a+lee_qOcal%C3%A7a+leeXvOresultxSM

    1. jose antonio mendes

      esas raridade de coias boas e original eu moro em porto velho rondonia aqui no pais vizinho na bolivia garimpando por la ainda encontra mais ta cada vez mais dificil

  5. Ola, vim de uma familia tradicional de comerciante, tenho uma loja exclusiva masculina aqui em Mogi das Cruzes- SP trabalho com a Lee,Levis,Wangler, Pierre Cardin. Escuto boas historias da época todos os dias que com certeza foi muito marcante.

  6. Ola LUCAS AZEVEDO Amamos o seu trabalho parabéns, queremos já deixar um caminho para seus leitores que gostam dos produtos LEE e LEVI´S temos uma loja pioneira que completa 50 anos de trabalho no mercado goiano e com a nova gestão estamos com o projeto de atender todo o BRASIL.
    Segue nossa pagina no instagram em breve publicaremos la nosso novo site.
    IG: @sanmartingyn ou https://www.instagram.com/sanmartingyn/?hl=pt
    Att.
    LOJA SAN MARTIN
    50 anos de tradição

  7. sergio freitas

    Como relatei Lucas sobre a CALÇA LEE original que usei bastante nos anos 6O e 7O, espero que um dia volte a fabricar. Tenho 68 anos e minha vestimenta ainda hoje e a LEVIS que compramos por aqui,mais sou amante da calça LEE . Comprei uma LEE em niteroi aqui no Rio de Janeiro mais a calça e muito sem graça originalidade. abraços

  8. Boa noite
    Por favor aonde acho as calças da Lee..
    Moro em Tatuí..daí eu iria pessoalmente no local pelo problema de tamanho..
    Urgente…
    Tatuí e perto de Sorocaba

  9. Olá pessoal gostaria de saber onde achar as calças da Lee entre Caxias do sul RS e Araranguá SC? Está muito difícil achar!

  10. Gostei da história contada por um Brasileiro que entende das marcas LEE. Tenho um jeans LEE em estado de zero adquirido em meados de 89. Guardo a sete chaves e não a uso. Amo essa marca e não tenho coragem de usá-la. Seu cheiro ainda traz grandes recordações.

  11. Alcion B Parmigiani

    HEHEHE !!!!!
    Vivi minha adolescência e juventude nos anos 70. As calças Lee Riders eram somente conseguidas, aqui em Porto Alegre, no contrabando ou quem ia
    a Passo de Los Libres, na fronteira com Uruguaiana, Argentina. Lá conseguia-se Lewis, Lee e Wangler. Eram muito caras. A primeira calça Lee,comprei , deve ter sido em 1971, foi em uma loja, num porão, meio escondido e me custou quase um mês do salario de menor que recebia, naquele tempo existia emprego para menor e consequentemente o salário também era de menor, menos da metade de um salário mínimo. Foi uma luta para pagar, kkkkkk. Em seguida entraram as calças boca de sino e as pântanos, arranjei uns cortes de jens e minha mãe colocou nesgas, (tiras de jens nas laterais para aumentar a circunferência da bainha),kkkkkk, uma tarde, após lavar o meu tesouro de jens, pendurou na corda, morávamos em um bairro próximo ao aeroporto salgado Filho, em Porto Alegre, e qual não foi a surpresa, roubaram a calça ainda molhada, fiquei doente,dois dias de cama, ainda tinha muito o que pagar da calça.

  12. Luiz Rogério de Paula

    Hoje comprei uma jaqueta jeans Lee na Privalia. Para me decidir, encontrei este canal e vi uma foto do Paul Newman aqui com uma Jaqueta Lee e observei que é o mesmo modelo daquele ofertado na Privalia. Sei lá, mas não me preocupei nem em saber onde a jaqueta é fabricada, e fechei a compra. Em meados dos anos 1970 comprei uma jaqueta Lee e fiquei com ela por muito tempo. Além é claro de investir nas calças Lee, Gledson etc. Os caras vendiam por um preço que dava para comprar 10 calças de nycron ou tergal, kkk, alguém aqui se lembra desses tecidos???

  13. Nivaldo Araujo

    No meu tempo calça Lee era alguns que podiam ter uma calça e quando ia comprar uma ela tinha que cheirar sabão seu tecido era muito bom durava muito e se você usava um sapato com salto carrapeta e com uma fivela em cima voce estava totalmente na onda. QUE TEMPO BOM

  14. Eula Cassiano da Silva

    Essas calças eram um luxo e a USTOP tb que pena que por aqui no RN não tem mais a fábrica, algum empresário devia comprar a marca é voltar a fábrica com certeza ia bombar

  15. Juarez f. Ribeiro

    Minha primeira CALCA LEE,comprei em 1965,de um CONTRABANDISTA,q atuava
    No PORTO DE VITORIA DO ESPIRITO SANTO.
    Depois, vieram outras,q faziam muito sucesso,entre as MENINAS da epoca,hoje
    Todas vovos,bisavos,sei la q mais.
    Quem nao tivesse, uma CALCA LEE, uma
    JAQUETA LEE, um MACACAO LEE, estavaao
    POR FORA,mas , POR FORA MESMO.
    AGRADECO A DEUS ter vindo ao mundo
    Em 1947,assisti tudo,foi um privilegio.
    Nao vou citar o q vi, pq nao vem o caso
    Aqui.
    Sou geracao 60,os mais LOUCOS
    DO PLANETA, com todo respeito aos
    Demais.
    VIVA A CALCA LEE!!!!

  16. Meu primeiro emprego foi na fábrica d Lee em Porto Alegre,quando fechou foi uma tristeza..eu guardo uma camisa tem mais de 34 anos..

  17. SERGIO VIEIRA

    Muito bom ter encontrado esse site. Parabéns para o criador. Eu também vivi o esplendor dos anos 60 e também tive a minha calça LEE, que também foi comprada de um contrabandista. Fomos, eu e um amigo, encontrar com o cara aqui em Fortaleza no IRACEMA PLAZA HOTEL, que, por sinal será totalmente restaurado brevemente e irá abrigar um centro cultural. Pois bem, fomos na surdina, encontrar o vendedor. Na ocasião, ele não tinha a LEE RIDERS, azul, mas apenas a LEE WESTENER, da cor creme. Fique chateado, mas acabei comprando. Afinal era uma LEE ORIGINAL, legítima. Marquei presença com a calça, pois vestia com uma camisa xadrez e era sucesso certo. Linda mesmo, diferente e muito confortável, pois o tecido era muito macio. Infelizmente, os caras que compraram a marca não tinham visão de mercado e mataram, praticamente, a marca. Pode ser que ainda ressurja. As calças LEE que têm à venda por aí não se parecem em nada com as originais 101 com aquele JEANS pesado que parecia couro.

  18. Usei calças lee e levi’s nos anos 1968 a 1974, originais dos eua, só q eram contrabando da zona Franca de manaus para Campina Grande pb tinha uns 18 anos e agente abafava, agora năo encontramos mais, que pena.

  19. Comprei minha calça lee decontrando.em 1966.nume ótica na rua 24 de maio em São Paulo.toda calcas lee daquele tempo tinha que mandar no alfaiate.mandei na rua.olavo Egídio.30.dias para pegar.levou um ano para ela desbotar.anos inesquecíveis.nunca mais haverá tempos.como.aqueles.

  20. Adelson Alves da Silva

    Minha primeira calca Lee Riders foi comprada na Galeria Pagé em SP
    Estive passando o Natal em Orlando e não encontrei calça Lee
    Encontra somente Levi’s

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *