Pular para o conteúdo

Copo de cerveja: existe diferença para cada estilo?

Que a cerveja é a bebida alcoólica mais consumida no Brasil, todo mundo já sabe. O que não é tão sabido assim é que não existe somente um copo de cerveja. São inúmeras as variedades de copos, cada qual com suas diferenças e particularidades e indicado para um tipo específico de cerveja.

Se você é apreciador da bebida, precisa saber que o copo influencia no sabor e na textura da cerveja e, por isso, escolher o recipiente adequado pode fazer toda a diferença na sua experiência de degustação. Vale investir no tipo certo, especialmente quando for beber aquela cerveja artesanal mais elaborada.

Por isso, neste texto vamos te ajudar a conhecer seis tipos de copo de cerveja e também indicar aqueles que você deve ter em casa. Acompanhe! 

Conheça seis tipos de copo de cerveja

1. Weizen

Nesse modelo, cabem 500 ml. Ou seja, cabe o conteúdo de uma lata ou long neck, e ainda sobra espaço para a espuma, como manda a principal tradição cervejeira. 

O copo weizen possui o bocal mais largo que a base, o que ajuda a intensificar os sabores e aromas da bebida. Ele é muito indicado para apreciar cervejas de trigo, também conhecidas como Weiss. O formato desse copo permite que um belo colarinho de espuma se forme, fenômeno que acontece especialmente nas cervejas desse tipo. 

Delicado e elegante, feito de vidro fino, o weizen também permite que a bela cor dourada das cervejas de trigo seja apreciada.

2. Lager

O copo lager é um dos mais tradicionais no Brasil. Bastante similar ao weizen em termos de formato, a principal diferença é que, neste caso, o copo comporta no máximo 350 ml de cerveja.

Outra diferença importante com relação ao primeiro item da nossa lista é sua base. O weizen tem a base ainda mais estreita, enquanto o lager não é tão fino. Para que o equilíbrio do copo possa ser mantido, a base geralmente é mais reforçada, características não presente no copo weizen.

Muito comum nos bares brasileiros, ele é bastante utilizado para servir a tradicional cerveja Pilsen ou até mesmo aquele delicioso chope. 

3. Mug ou stein

Em inglês chamadas de “mugs” e em alemão de “steins”, no Brasil elas são popularmente conhecidas como canecas e foram os primeiros recipientes utilizados para beber cerveja de que se tem notícia. 

São copos pesados, bastante robustos e sempre com alça, para facilitar o manejo. As mugs podem acomodar diferentes quantidades de bebida e são a melhor opção se você não abre mão de fazer aquele brinde com os amigos quando vai beber.

Assim como os copos lager, são bastante utilizados para servir chope, mas também são indicados para Bocks ou American Ales. Se você é apreciador de cerveja, com certeza já viu uma mug em algum bar ou até mesmo nas grandes festas cervejeiras, como a Oktoberfest. 

4. Pint

Não tão comum no Brasil, o copo do tipo pint (pronuncia-se “páint”) é o mais tradicional nos pubs europeus. De produção barata e fácil armazenamento, sua principal qualidade é permitir beber vários tipos de cerveja e em grande quantidade.

Eles têm esse nome porque nos Estados Unidos e da Europa com tradição cervejeira, como a Inglaterra e a Bélgica, é muito comum utilizar o termo pint para pedir uma cerveja. Ele se refere à unidade de medida de mesmo nome, que corresponde a aproximadamente meio litro (um pouco mais ou um pouco menos, pois a medida do pint varia de país para país).

Esse copo é quase cilíndrico. Entretanto sua base é um pouco mais estreita do que o bocal. Ele geralmente comporta até 500 ml de bebida, uma quantidade considerada boa para um só copo. 

É especialmente indicado para o consumo de Bitters, Stouts ou até mesmo IPAs. 

5. Tumbler

Talvez você já tenha visto o copo tumbler servindo outras bebidas, como suco e refrigerante, em alguma lanchonete ou restaurante. Isso porque eles são pesados e robustos, sendo difíceis de quebrar. 

Originalmente criado pelo cervejeiro Pierre Celis para a cervejaria belga Hoeggarden, o tumbler é um tradicional copo de cerveja. Além das características já mencionadas, o que identifica esse copo é sua face sextavada, sua base plana e de diâmetro igual ou menor que o bocal.

Um tumbler possui capacidade para 500 ml e é bastante indicado para o consumo de cervejas que não formam muita espuma, como as do tipo Witbier.

6. Pokal

O copo pokal é um tipo de taça muito utilizada para degustação de cerveja. Embora possua algumas variações, para ser considerado um pokal, o copo de cerveja precisa ter uma haste de sustentação e um bocal ligeiramente mais estreito do que o restante do corpo do copo.

Essa forma é pensada especialmente para reter todos os sabores e aromas da cerveja, mesmo os de difícil percepção, e também para favorecer a formação e a preservação da espuma, tão apreciada pelos cervejeiros. 

Por todas essas características, o copo pokal é um dos mais versáteis para quem ama cerveja, já que ele serve bem praticamente todos os tipos da bebida. Para melhor degustação, recomenda-se servir nesse copo as Lagers em geral e algumas cervejas do tipo Witbier ou Bock.

Qual copo de cerveja eu devo ter em casa?

Agora que você já conhece pelo menos seis tipos de copo de cerveja, deve estar se perguntando qual deles precisa ter em casa. A verdade é que não existe uma resposta correta para esse tipo de pergunta, já que vários aspectos devem ser levados em consideração, principalmente qual tipo de cerveja você prefere e costuma consumir.

Nossa principal recomendação é que você tenha pelo menos um jogo de copos de cada estilo, para servir bem diferentes tipos de cerveja. Quando falamos em estilos, nos referimos a um do tipo caneca, outro do tipo taça (aposte no pokal, que é um copo coringa) e outro do estilo lager, por exemplo.

É importante também estar atento à questão da quantidade de bebida que cada copo de cerveja comporta. Procure ter copos maiores, que servem até 500 ml de cerveja, mas também tenha copos menores, para servir cerca de 350 ml da bebida.  Assim, você nunca será pego desprevenido e terá um copo para cada ocasião.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *