Malas Estilosas: Aquelas que melhor combinam forma e função

malas rimowa verde
Powered by Rock Convert

Escolher malas para viajar estilosas pode ser desafiador. Apesar de existirem vários modelos disponíveis, a maioria não leva estética em consideração.

Para viagens de avião, tenho optado por malas de quatro rodas pela facilidade de manuseio, principalmente em lugares mais cheios, como são os aeroportos e estações de trem.

Entretanto, por vontade de encontrar um produto melhor do que as genéricas que costumo comprar com certa frequência porque estragam rápido, comecei a pesquisar outros tipos e fiquei impressionado com a quantidade de propostas.

As opções vão desde alta tecnologia, inclusive malas que se pesam e outras com rastreamento de GPS, até formatos extremamente anatômicos e compactos. Mas, talvez porque na essência são itens funcionais, pouco se fala no estilo delas. Muitas opções, apesar de grande utilidade, são muito feias.

Porque será? Não tem nada de errado em combinar a função com uma forma agradável, concorda?

Se você está à procura de malas estilosas, com designers inovadores acompanha este artigo para ver o que encontrei!

Antes de começar, um aviso…

Jack Nicholson chegando em St. Tropez, 1976

Jack Nicholson chegando em St. Tropez, 1976

O grande problema com reviews de bagagem, que você também vai encontrar aqui, é que é praticamente impossível serem realmente completas e baseadas em experiências práticas. Afinal, poucas pessoas têm experiência suficiente para falar a respeito do assunto.

Para fazer isso com propriedade, alguém teria que voar com muita frequência e testar todos os modelos, de diferentes preços e marcas, por tempo suficiente para desafiar o produto.

Essa minha pesquisa não é suficiente para fazer uma análise realista, mas pesquisei bastante sobre as vantagens e desvantagens de todas as malas bonitas que vou citar aqui.

Recomendo que, se você gostar de alguma, também pesquise bastante antes de comprar!

Agora, vamos lá!

Malas Rimowa

mala rimowa

As malas Rimowa são lindamente projetadas. Elas têm uma sensibilidade moderna que é clássica o suficiente para provavelmente permanecer dentro dos padrões de elegância e beleza pelos próximos 30 anos.

Feitas de alumínio, um ponto fraco deste tipo de mala se deve ao fato de que ela pode sofrer amassados e arranhões com uma certa facilidade. Entretanto, como uma boa bota masculina, elas tendem a ficar melhor com a idade.

Mala Rimowa Vintage

Mala Rimowa Vintage

Já vi algumas pessoas colando muitos adesivos nessas malas e gosto bastante da proposta. Elas são melhores quando tratados como algo funcional, e não como carga preciosa. Inclusive, apesar do preço alto praticamente inacessível, ela não é tão incomum. Depois que comecei a reparar, parece que todo mundo nos aeroportos tem uma. Principalmente em viagens internacionais, não chamam a atenção do que imaginamos

Muito do que leio sobre a Rimowa, não é específico da marca. São características úteis para comparar qualquer bagagem. Mais do que recursos tecnológicos inteligentes e designs incomuns, a boa mala se resume a peso, material e rodas.

O peso da sua mala

The Jackson Five, Londres, 1972

The Jackson Five, Londres, 1972

Preste atenção ao peso da sua mala de viagem vazia!

A menos que você voe somente na primeira classe, é importante prestar atenção aos limites nacionais e internacionais.

A Rimowa é muito boa nesse quesito. A Topas de alumínio são surpreendentemente leves e duráveis. Em policarbonatos, são mais leves ainda.

De que é feito a sua mala?

Marlon Brando em 1953

Marlon Brando em 1953

Existem dois tipos de malas: malas confeccionadas com material macio e malas confeccionadas com material duro.

As malas confeccionadas com material macio são mais baratas, mas na maioria das vezes menos elegantes. Elas tem a vantagem de mais flexibilidade para acomodar excessos e podem ser espremidas em compartimentos menores que o ideal. São ideais para aqueles que carregam muita coisa e consomem de forma imprevisível durante as viagens.

malas globetrotter

As malas que são confeccionadas com material duro, costumam ser mais estilosas, protegem melhor seus pertences, mas perdoam menos aquela gordura extra. A solução neste caso, é pensar em tamanho adequado a sua necessidade, para que você não passe por pequenos aborrecimentos.

Outro detalhe são os materiais rígidos mais comuns. O alumínio por exemplo, é muito mais bonito. Entretanto, marca com mais facilidade, e os lados podem ficar desalinhados, o que dificultaria o fechamento da mala.

Já os policarbonatos, são mais flexíveis e se recuperam melhor dos impactos. Não são tão bonitos quanto ao alumínio, mas nunca vão amassar. Porém, em casos extremos, podem quebrar.

As rodinhas!

mala de viagem estilosa

Eu não imagino comprar uma mala sem roda. Uma mala só se torna estilosa se for funcional.

A principal escolha aqui é entre duas ou quatro rodas.

Malas que possuem sistema de duas rodas são geralmente, feitas com rodas maiores e mais macias. Essas rodas performam melhor em locais irregulares, como ruas com paralelepípedos, por exemplo.

mala rimowa de duas rodas

Os sistemas de quatro rodas, são muito mais ágeis que os de duas rodas. São mais fáceis de puxar, mas balançam muito em qualquer superfície que não seja plana.

Este sistema também é mais frágil. É mais fácil que as rodas se quebrem durante o manuseio. Apesar da garantia que marcas como a Rimowa dão em seus produtos, um acidente desse é uma dor de cabeça na sua viagem.

As marcas mais estilosas do mercado

Michael Caine, Shakira Baksh, Ringo Starr e Maureen Starkey

Michael Caine, Shakira Baksh, Ringo Starr e Maureen Starkey nos anos 70

A Rimowa Topa é meu sonho de consumo na categoria mala de mão, e a Rimowa Salsa para mala de fazer check-in. No entanto, uma marca que também chama muito a minha atenção é a Away Travel. Ela tem malhas de alumínio mais acessíveis com carregador de celular externo. Bastante útil!

Acho que a mala rígida flexível mais bonita que encontrei pesquisado foi essa da Briggs & Riley. O design não é inovador, pelo contrário. A simplicidade é bela sem chamar atenção. O melhor, todas as malas da marca tem garantia vitalícia. Aí fica difícil você testar outras para fazer review!

Malas Mullberry

Difícil dizer qual meu sonho de consumo entre as malas macias, mas entre as de mão essa mala de couro Frank Clegg chega perto. Pode ir dentro do avião junto com uma mochila leve e compacta como essa da Brooks England, marca mais famosa pelos seus bancos de bicicleta.

No momento, as macias que mais chamaram minha atenção foram as da Filson, que possui alguns modelos com rodinha. Perfeitas para o homem rústico.

Outras marcas rígidas que chamaram a minha atenção enquanto pesquisava foram:

  • As malas de alumínio da Zero Halliburton, que consegue ser mais cara do que a Rimowa
  • A linha ZRO feita em policarbonato, é mais acessível e está em promoção nesse momento
  • Outras malas maravilhosas são as da Fabbrica Pelletterie Milano, que parecem mais industriais
  • Se você é um cara realmente clássico, acho que nada vai ganhar da Globe Trotter, mas não combinam com nada casual

Ettinger Hurlingham

A JW Hulme, Orvis e Filson, fazem malas que complementam muito bem aquela estética workwear, rústica. A lona espessa e os detalhes em couro forte casam perfeitamente com jaquetas militares vintage e botas.

Se você prefere algo mais refinado, pode tentar a BricsGlaser, Tramontano, Trobadour, ParavelVocier e La Portegna.

A Chapman, Ghurka e Frank Clegg ficam no meio do caminho, com uma estética que consegue ser ao mesmo tempo refinada e casual. Bastante versáteis.

Todas as malas acima são extremamente bonitas e de excelente qualidade, mas também muito caras. Eu admiro mas duvido que um dia comprarei alguma.

Malas estilosas, um pouco mais “acessíveis”…

Felizmente, o mercado de malas deve estar vivendo um boom, porque eu não fazia ideia da concorrência! É possível achar muitas malas bonitas por um preço acessível. Sem abrir mão de qualidade, óbvio.

Li coisas muito boas sobre essas aqui:

Raden

Arlo Skye

Away, que já citei lá em cima

Ali McGraw e Steve McQueen, 1971

Ali McGraw e Steve McQueen, 1971

Sim, todas são estrangeiras, mas nenhuma opção disponível no mercado nacional realmente chamou atenção. Não faz mal sonhar e se inspirar! Os designs mais genéricos são fáceis de encontrar, inclusive muito baratos, em qualquer lugar do mundo. Eu listei os designs que realmente brilharam.

Mas para comprar aqui, tem as conhecidas Samsonite e Victorninox, e um site que não conhecia, mas chamou atenção por alguns designs simples, o Baggagio.

Sem rodas, eu viajo bastante no fim de semana com a minha mala Journey Cutterman e a a Roadie Co também tem uma interessante, em lona e couro. Hoje em dia as rodas facilitam muito, mas como algumas das fotos que coloquei ao longo do texto e mais algumas abaixo, pisar em solo novo de mala na mão tem um certo charme!

Cary Grant

Cary Grant

De nada adianta economizar aproveitando ofertas de passagens aéreas, ter uma mala de viagem estilosa e resistente o suficiente, sem um destino final.

E a gente não tem motivo para pensar em mala sem pensar em jornadas. Então, uma boa viagem para você, e muitas descobertas!

engineer boot goodyear weltedPowered by Rock Convert

1 thought on “Malas Estilosas: Aquelas que melhor combinam forma e função”

  1. Nice knowing all these stylish brands in the market! I love that they’re all Stylish bags, a little more “affordable”. I’d definitely check each brand. Awesome list, BTW!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *