Bota Alden Shell Cordovan Wingtip Boots

Essa bota é diferente das outras que avaliei neste blog. Eu estava procurando uma dress boot, uma bota não fosse inspirada por work boots antigas. Como de costume, eu procurei um calçado com a construção goodyear welted (“palmilhada”), queria algo escuro, com solado aderente, e forrada em couro, para maior longevidade e conforto. Melhor se fosse de um um fabricante tradicional com serviço de restauração.

A bota que escolhi foi uma Alden WTB em couro Cordovan número 8, feita no Barrie last (nome desta forma casual), com nove ilhoses “matching agatine”, solado comando sole, brogue na frente, na lateral, e atrás. O preço estava especial e eu estava no lugar certo na hora certa para garantir. Elas vieram embaladas individualmente, com um segundo par de cadarços e duas sacolas para viagem.

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

A Alden

A Alden Shoe Company foi fundada em 1884 por Charles H. Alden, em Middleborough Massachusetts. A Alden é especializada na produção de calçados masculinos feitos à mão. A marca americana tem uma grande variedade de sapatos, do tipo oxfords, derbys, loafers, chukkas, e botas. Entre os mais populares estão os Longwings (um tipo de wingtip brogue), o Tassel loafer (foram eles que inventaram esses loafers com pendurucalhos) e é claro, a famosa Indy Boot, que calçou Indiana Jones.

A Alden é uma das poucas fábricas que restauram no quase extinto polo calçadista na Nova Inglaterra. É uma fábrica familiar muito tradicional, com cerca de cem funcionários, e muitos na terceira geração. Também é muito admirada por causa dos sapatos feitos com couro shell cordovan, onde eles aplicam um processo de acabamento que produz um brilho espetacular.

O Couro

Minha primeira impressão foi que o Cordovan realmente é um couro diferente. Shell Cordovan é a pele do traseiro do cavalo, e tem este nome por causa deu uma cidade na Espanha. Um cavalo produz dois “shells”, que são o bastante para um par de sapatos. Criar o animal para abater é contra a lei, por isso o couro não é comum. Não existe nenhum produtor nacional, e nos Estados Unidos, só a Horween fabrica.

O cordovan é muito denso e flexível, por isso marca pouco, e de um jeito diferente.  Ele tem um cheiro forte, um brilho fosco, e parece que aguenta uma explosão nuclear. No entanto, eu tenho mania de achar que couros brilhantes tem cara de barato, por isso mal posso esperar para ele perder essa cara de novo e começar a mostrar os sinais de envelhecimento característicos deste tipo de pele.

Não é raro sapatos de cordovan apresentarem irregularidades na coloração do cabedal, mas eu dei sorte. Peguei uma peça perfeita. As cores mais comuns de shell cordovan são o preto e essa, que é a chamada de “Color 8” (um tom de vinho escuro). Por isso, a cor vinho em sapatos de couro normal também costuma ser chamada de cordovan, mas não deve ser confundida do couro, que vem acompanhado da palavra shell. A pouco tempo, o Wall Street Journal publicou um artigo sobre um período de escasses global do material.

A Alden tem três outras cores mais exóticas; um marrom escuro chamado “Cigar“, um caramelo chamado “Whisky” e um marrom intermediário que eles chamam de “Ravello“, além de outras menos comuns como azul, natural, e a “Color 4”, um marrom avermelhado. Quanto mais clara a cor, mais rara ela é, porque a pele precisa estar nas condições perfeitas, pois o tingimento claro revela qualquer imperfeição.

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

A Construção

A bota tem construção excelente. Ela é feita com uma vira goodyear e a contagem de pontos por cm é a mais alta entre todos os calçados que tenho. O interior é completamente forrado em couro atanado (curtimento vegetal), muito macio e confortável. Apenas a língua não é forrada, e revela o outro lado do cordovan. Da para perceber a intensidade da coloração, que deixa até a parte de dentro avermelhada. Isso me faz crer que no futuro o couro deve clarear, e revelar vários tons diferentes. A bota é extremamente confortável. Provavelmente por conta do pequeno acolchoamento no calcanhar e também pela qualidade da cortiça que eles devem ter utilizado.

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

A Sola

A sola é tratorada. Eles chamam de comando sole. É um solado triplo, com duas camadas de couro e uma terceira de borracha, colada e costurada, com dentes não muito protuberantes, de forma a não saltarem para fora como em uma bota de hiking. A principal vantagem de uma sola assim é que você não cai de cabeça no chão se pisar em superfícies molhadas. Eu gosto de solas de couro, mas não são práticas se você anda muito. Cada uma tem o seu lugar, e para as calçadas, eu gosto de algo mais pesado.

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

Bota Brogue Alden Shell Cordovan Color 8

A Forma

O acabamento é excelente, a construção é de primeira linha, o preço foi especial, e o conforto me surpreendeu. Giorgio Armani disse que os Americanos fazem os melhores calçados casuais, e eu concordo. Se os Europeus levam vantagem nos sapatos clássicos e sapatos elegantes, a Alden sai vencendo com suas botas e sapatos casuais.

Um dos maiores problemas com a Alden são as formas dos calçados. Os tamanhos são muito variados, e é complicado de descobrir o seu número certo. Alguns são apertados, e outros largos, e eles disponibilizam numerações variadas no comprimento e na largura. Quando eu fui à uma cidade com loja da Alden, eu experimentei e memorizei meu número em alguns modelos, e por isso não precisei arriscar.

Essa bota é feita no Barrie Last. É uma forma completamente americana, mais pesada e menos elegante. Eu acho que é o formato ideal para alguns tipos de calçados, como os longwings e derbys. Acho que é o formato ideal para uma bota desse tipo, que apesar de menos rústica do que as botas que estou acostumado, ainda vai ser usada com calças jeans e chinos. Gosto desse barrie last, ele é arredondado na medida certa, fica mais fino na parte do meio, e tem uma curva excelente na ponta quando vista da lateral. Outro detalhe que para mim faz muita diferença estéticament, e no conforto, dependendo do seu pé, é a curvatura no calcanhar.

O Barrie é uma forma grande. Recomenda-se comprar um tamanho abaixo do normal, ou então meio tamanho mas com um tamanho abaixo na largura. A forma das botas no geral é maior porque são originais de botas para trabalho. A Alden usa essas formas a muito tempo, e o catálogo deles é o mesmo a décadas. Por exemplo, o público alvo da Indy Boot, que é feita no True Balance Last, eram homens que trabalhavam pesado – fazendo trabalho manual ou pelo menos de pé o dia todo. Essas pessoas usavam meias grossas e acolchoadas, que compensavam o tamanho extra. Não se pensava que um dia usariamos essas botas com meias finas de algodão. Eu geralmente calço 11.5, e estas botas são 10.5, no Barrie Last.

Os Detalhes

Os detalhes fazem a diferença. O cadarço é chato, de algodão encerado, e eu reparei de cara que a bota tem mais ilhoses do que necessário. Outras botas dessa altura costumam ter sete, mas ela tem nove. Esteticamente, eu acho que isso deixa a bota mais refinada. Outro detalhe é a cor do ilhós. A Alden trabalha com três tipos: blind, agatine, e matching agatine. O blind fica só por dentro da bota, ideal para sapatos e botas bem formais e feitas em formas mais elegantes, o agatine é um ouro velho/latão, melhor em modelos bem casuais e despreocupados, por último, o matching agatine é pintado da mesma cor do couro, uma opção intermediária. A desvantagem, porque ela não tem “speed hooks” (aqueles ganchos no cano), mas como o cano não é alto não tem problema.

A Alden era um nome fortíssimo nos primórdios do renascimento heritage e continua forte, mesmo agora que a onda work/Americana perdeu quase toda a sua força. Eu não sei se vocês concordam, mas acho que ela chegou menos ao Brasil, que começa agora a secar a fonte do “workwear”. Talvez por não ter um modelo com uma história tão enraizada no trabalho quanto a Redwing, que traz junto aquela estética barbuda, com suspensórios, deslocada no tempo e espaço, mas chamativa. A Alden é mais discreta, uma fábrica familiar, de proporções e ambições menores, que continua a produzir uma enorme variedade de calçados, mas os melhores são os modelos especiais, feitos em parceria com poucas lojas ao redor do mundo.

Na minha opinião eles foram pioneiros no movimento de colaborações entre lojas, marcas, e fabricantes de sapatos. A idéia de pegar um modelo padrão, escolher os materiais e detalhes, e ter um produto feito exclusivamente para a sua loja é uma maneira incrível de um ponto de venda mostrar sua criatividade, prestígio, e oferecer para os clientes um produto único. Os modelos tradicionais ganharam nomes e histórias especiais, ligados aos criadores e aos detalhes.

Uma das primeiras foi a Seven Hills Indy Boot para a Need Supply. Não era só uma Indy, era uma bota feita pelo diretor criativo da loja, com detalhes bem pensados que conectavam o produto a um tempo e um lugar (Chicago), mas vendido pelo preço normal. Uma Alden da Need Supply tem uma cara, os Alden da Frans Boone tem outra, e tem os Alden da The Bureau Belfast, com sua cara Irlandesa. Muitas marcas seguiram atrás, como a Carmina, Viberg, e até a Redwing, que hoje seguem modelos parecidos com mais ou menos intensidade.

banner-loja-geralPowered by Rock Convert
Lucas Azevedo
Escrito por Lucas Azevedo