chapéus stetson
Acessórios Uncategorized

Stetson Open Road – O autêntico chapéu do Oeste Americano

Stetson Hat Company, na ativa desde 1865. Um investimento de cem dólares que se transformou em uma empresa que fabrica alguns dos melhores chapéus do mundo há mais de 150 anos. O Stetson Open Road é seu chapéu cowboy elegante, feito para cavalheiros distintos.

John B. Stetson nasceu em 1830 em Nova Jersey. Filho de um chapeleiro, ele partiu para o oeste em 1860 para tratar de tuberculose e se juntou à corrida do ouro no Colorado. Enquanto garimpava, fez um chapéu com algumas peles que havia juntado em suas viagens. O chapéu tinha uma aba larga e a copa alta criava um bolso de ar insulado, além de ser útil para carregar bastante água.

Reza a lenda que um cowboy bem conhecido viu o chapéu de Stetson e lhe ofereceu uma moeda de $5. Esse cowboy virou o primeiro dono de um chapéu John B. Stetson.

O chapeleiro voltou para o leste em 1865 e começou seu empreendimento. A Stetson Hat Company começou em uma pequena sala alugada cheia de ferramentas e $10 em pele. Um ano depois, nasceu o modelo “Hat of the West”, hoje conhecido como “Boss of the Plains”, baseado no chapéu que ele fez para si mesmo durante as aventuras no oeste.

Chefe das Planilhas: O primeiro chapéu Stetson

poster stetson antigo

Marketeiro esperto, Stetson enviou amostras do seu Boss of the Plains para chapelarias por todo o Oeste dos Estados Unidos. Os pedidos vieram e ele logo montou uma grande fábrica na Filadélfia. O nome de Stetson estava a caminho de virar sinônimo de qualidade, durabilidade, inovação e beleza. Logo, a marca se tornaria a maior fabricante de chapéus do mundo.

Esse primeiro chapéu tinha um design leve e próprio para todas as condições climáticas, e casou perfeitamente com as demandas do oeste americano. O objetivo do produto era ser durável, impermeável e ao mesmo tempo elegante. Este design, e o termo “Stetson”, acabou se misturando com o que mais tarde passou a ser conhecido como o chapéu de cowboy.

buffalo bill stetson

Sim, a Stetson é responsável por criar o chapéu de cowboy original, usado por todos associados com a imagem do velho oeste americano. Dentro de algumas décadas, pessoas como “Buffalo Bill”, Calamity Jane, Annie Oakley e Will Rogers estavam usando Stetsons. Até generais, presidentes e senadores usavam os chapéus. Stetson morreria em 1906, mas a marca seguiu em frente. Na virada do século 20, a Stetson tinha mais de cem chapéus de diferentes design feitos para homens e mulheres.

John Wayne Stetson

Seus chapéus eram tão populares nos Estados Unidos que ele mudou a localização da fábrica. Foi da Pensilvânia para Missouri, e abriu uma segunda planta no Texas. Os chapéus de Stetson se tornaram ícones na cabeça de celebridades como Tom Mix, Gene Autry e John Wayne, enfeitiçando abençoando a cabeça dos heróis mais preciosos da América.

Chapéu Stetson Open Road

chapéu stetson open road

Outro design também se tornou um sinônimo de cowboy, o Open Road. Esse chapéu também tinha a clássica copa boiadeiro com vinco, mas sua aba era mais estreita do que a aba do Boss of the Plains, o que faz dele um modelo um pouco mais formal e cavalheiresco. Seria um “dress hat” dos cowboys.

O Open Road era o chapéu elegante para cavalheiros distintos, tanto no campo quanto nas cidades. Ele também é chamado de “LBJ Hat” em homenagem ao presidente americano Lindon B. Johnson. Outros presidentes dos Estados Unidos, como Truman e Eisenhower, também gostavam do Open Road na cabeça.

Na minha opinião, essas duas opções são mais práticas nos dias de hoje para quem quer usar algo com uma pegada western, mas não está na fazenda. Fica um visual menos agressivo do que um chapéu 100% cowboy e mais adequado do que uma Fedora (chapéu formal) com roupas super casuais. Basta ver a proposta de uso no anúncio antigo acima.

lindon johnson chapéu stetson

Talvez a história mais enigmática envolvendo o Open Road seja a briga entre Stagger Lee e Billy Lyons, que é tão lendária nos EUA quanto a dos Hatfields e McCoys. Se você gosta de folk, sabe do que estou falando. É um verdadeiro conto popular americano, recontado inúmeras vezes.

Stagger Lee, que virou lenda em diversas músicas de bandas como Grateful Dead ou cantores como Nick Cave, assassinou Billy Lyons após ele pegar o chapéu Stetson Open Road de Lee em uma conversa de bar. Existem mais de 400 gravações de músicas contando essa história! Eu recomendo a por Mississipi John Hurt.

A fábrica de chapéus Stetson, localizada em Garland, Texas, continua sendo uma das maiores empresas de chapéus do mundo e faz centenas de diferentes estilos e cores. Tanto o Boss of the Plains quanto o Open Road continuam sendo produzidos com seu estilo clássico e o espírito do velho-oeste. Em todo o mundo, eles são a base para qualquer chapéu de cowboy, e os chapéus de vaqueiro, muitas vezes são chamados de “Stetson”.

Meu Open Road Vintage

Stetson Open Road

A Stetson, através de sua autêntica herança americana, e história verdadeira, faz parte da história dos chapéus masculinos! Tenho dois modelos, e o melhor entre eles é um antigo Open Road de 1970 feito nos Estados Unidos. O chapéu é de qualidade 4X e pele de castor na cor Silverbelly.

Como praticamente todas as marcas de chapéus, a Stetson tem uma gama de diferentes níveis de qualidade disponível, desde os mais baratos de lã, até os de pele de lebre e os melhores, de pele de castor. Essa classificação por quantidade de “X” é simboliza a porcentagem de castor no chapéu. Ninguém sabe ao certo o que significa,  varia de marca para marca, e também ao longo do tempo. Teoricamente, classificações mais baixas antigas são melhores do que as mais altas de hoje.

chapéu stetson open road

Um detalhe super interessante são as etiquetas dentro do chapéu. Uma serve para a pessoa colocar o nome e alertar desavisados que pegarem o chapéu por engano na hora de sair (lembrando que o educado era tirar o chapéu entre quatro paredes e deixar pendurado na porta, por exemplo). A segunda, é uma etiqueta com todos os detalhes do chapéu. Pelo que pesquisei, esse sistema permitia à loja ou pessoa encomendar exatamente o mesmo modelo no futuro.

Onde comprar um Stetson?

poster stetson vintage

O primeiro lugar para você procurar um chapéu Stetson é na loja online oficial, e existem alguns modelos diferentes na loja Stetson Europa. Comprar fora do Brasil não tem muito segredo graças ao excelente localizador de revendedores que eles tem no site.

O eBay segue a melhor opção para você encontrar modelos mais antigos através da internet. Logo atrás, vem o Etsy. Existem alguns sites com informações de como definir a data de um chapéu, e outras análises mais aprofundadas de qualidade ao longo dos anos.

Outra opção para encontrar um chapéu Stetson vintage é o Instagram. Você pode utilizar #hashtags com o nome da marca ou de algum modelo específico para encontrar algum vintage shop especializado. Eu comprei o meu no Santa Fé Vintage. Atualmente, o Instagram é uma das melhores ferramentas para encontrar garimpeiros de primeira qualidade!

Lojas brasileiras que vendem Stetson

Existem algumas chapelarias nacionais que vendem chapéus Stetson. Uma curiosidade, é verificar se eles são os feitos nos Estados Unidos ou as versões fabricadas em outros países.

  • A Marcatto Chapéus é uma das revendedoras oficiais no Brasil, tem vários modelos diferentes disponíveis, mas infelizmente não tem o Open Road.

O ideal é experimentar o chapéu antes de comprar. Tamanho da cabeça, largura da aba, altura da copa, tudo isso influencia no encaixe perfeito para o seu rosto. Mais do que tudo isso, é muito importante se ver com o chapéu para decidir se ele é a escolha perfeita pra o estilo que você procura.

Independente do Stetson que você escolher, tenha certeza que ao comprar um chapéu de pele você vai estar adquirindo um produto para a vida toda. Basta ver o meu caso, que comprei um chapéu feito à mais de 40 anos atrás.

Gostou? Deixa seu comentário sobre usar chapéu nos dias de hoje, e não se esqueça de compartilhar e seguir lá no Facebook e Instagram!

Você também pode gostar

Nenhum Comentário

    Deixe uma Resposta