Lifestyle

Com a palavra, os pequenos e micro empreendedores

Na semana passada, escrevi sobre a importância das pequenas empresas. Hoje existem centenas de milhares de pequenas empresas ameaçadas que estavam florescendo há apenas três semanas. Seus donos não estavam pensando em parar. Seus clientes queriam estar comprando e querem que essas empresas continuem. E, mais importante, as pessoas querem trabalhar.

tipos de cerveja

Tipos de cerveja: os 5 mais conhecidos e suas diferenças

Assim como o mercado da moda slow-fashion, o cervejeiro — principalmente das artesanais — tem crescido mundo afora. Até pela semelhança entre os consumidores; ambos prezam por qualidade, gostam de produtos locais, trocam muito conhecimento entre eles. Por isso, a pedido do Lucas, vim falar um pouco mais sobre cerveja artesanal por aqui.

No Brasil, esse mercado cresce, em média, 35% ao ano, apesar da grave crise econômica. Esses dados mostram que o apreciador se importa em adquirir uma cerveja produzida artesanalmente e com insumos de alta qualidade. Por isso, cada vez mais tipos de cerveja estão disponíveis para o consumidor.

Esta expansão é positiva para os amantes da cerveja, pois com o aumento no número de marcas disponíveis no mercado, a chance de encontrar um bom produto cresce.

É importante saber que os tipos de cerveja são divididos entre dois grupos, a família Ale (alta fermentação) e família Lager (baixa fermentação).

Neste post, vou falar sobre alguns tipos bastante conhecidos e apreciados no Brasil, que são Pilsen, Bock, Stout, Weiss e Pale Ale.

caneca esmaltada

Caneca Esmaltada: Nostalgia na xícara de café

Cabeça cheia, muito fácil de ter, em um mundo super-estimulante e estressante. Quem nunca se sentiu impotentes para controlar o que está acontecendo ao seu redor? Permanecer focado e disciplinado para mudar a vida não é fácil.

Sabe o que pode ajudar? Começar o seu dia criando algo praticamente do zero. Poder aproveitar os frutos dessa criação, logo em seguida, é um bom primeiro passo para começar o dia já no caminho das realizações. Muitas pessoas fazem uso do simples ritual de fazer a primeira xícara de café do dia.

É um pequeno lembrete, logo de manhã, que diz: “se você fizer alguma coisa, vai poder aproveitá-la”. Compartilhar essa experiência na mesa com pessoas que ama, é ainda mais gratificante.

US Army Harley-Davidson na Primeira Guerra Mundial.

Motos militares: A história do motociclismo nas Guerras Mundiais

 

Se você nunca assistiu a um filme do Buster Keaton, não sabe o que está perdendo. Pode começar com Sherlock Jr que é um bom ponto de partida. Tem uma cena em que o ator está pegando carona no guidão de uma moto e não percebe que o motorista é derrubado. A motocicleta passa cegamente por uma série de obstáculos mirabolantes com uma série de acrobacias inacreditáveis. Esse filme foi lançado em 1924, quando as motos, assim como o cinema, eram bem diferentes…

A cultura de motociclismo como conhecemos hoje deve tudo as motos militares. A atuação das motocicletas, principalmente nas guerras mundiais, deixou um grande legado. Mas qual foi exatamente o papel que elas desempenharam nas forças armadas?

As imagens mais icônicas de motos de guerra são da Segunda Guerra Mundial. Voltando ao assunto cinema e motos, duas das minhas cenas de perseguição favoritas acontecem nesse contexto: Fugindo do Inferno e Indiana Jones e a Última Cruzada. Os registros mais famosos podem ser deste conflito, mas a história das motos militares começa bem antes.

the rage of gentlemen 2015 2

The Race of Gentlemen 2015

Barulho de motores e duas banheiras de ferro fundido sobre rodas percorrem as areias da praia. Uma delas é um Ford 1934, jogando areia para o alto após uma loira vestindo um macacão da Harley-Davidson abanar uma bandeira quadriculada. Das arquibancadas, espectadores assistem aos Hot Rods, Harleys e Indians vintage lado a lado em uma pista com cerca de 200 metros de comprimento. Rodas giram, pneus chutam areia, e escapamentos abafam o mar. Um senhor de terno grita as regras em cima de uma torre de salva vidas, e ao lado do Ford dispara um Duesenberg de 1921. Os pilotos pisam fundo e os carros voam rumo a linha de chegada.

Carros Americanos da década de 50: Clássicos e Poderosos

Os carros da década de 1950 são os mais clássicos e poderosos já conduzidos. A indústria automobilística estava começando um novo conceito, “o carro esportivo”. A principal característica foi a popularidade dos conversíveis “hardtop”, mas o design ficava mais moderno e a aceleração mais surpreendente a cada ano.

Eu aposto que você conhece pelo menos um desses carros americanos mais icônicos da década de 1950:

  • Buick Super
  • Buick Electra
  • Cadillac Eldorado
  • Chrysler 300c
  • Chevrolet 210
  • Chevrolet c3100
  • Chevrolet Bel Air
  • Chevrolet Corvette
  • Chevrolete El Caminho
  • Ford Country Station Wagon
  • Ford F100
  • Ford Thunderbird
  • Mercury 1954
  • Mercury Coupe

A Indústria Automobilistica dos Estados Unidos nos Anos 50

Mel's Drive In Hollywood Studio

Se é real ou imaginário não sei, mas na minha cabeça, os anos 50 são uma era de ouro na cultura dos Estados Unidos. Haviam coisas horríveis, mas a economia estava se recuperando após décadas de depressão. O futuro era promissor.

Um dos pontos gravitacionais da cultura americana da época é um dos “inimigos” de hoje: o carro. O período de bonança na década de 1950 causou um verdadeiro renascimento na indústria automobilística norte americana.