Mister Freedom

Powered by Rock Convert

Não sei por onde começar! A Mister. Freedom é com certeza uma das lojas mais fantásticas do mundo. Dentro você encontra as coleções temáticas da Mister Freedom, customizações em vintage, e um arquivo inimaginável de vintage original. No segundo andar do galpão fica um ateliê e escritório onde criam e fazem algumas peças.

Eu cheguei em Los Angeles, joguei as coisas no hotel, e sai para aproveitar o meu dia livre antes da Inspiration começar. A primeira parada foi a Mister. Freedom e junto comigo entraram português Filipe e o ator Milo Ventimiglia. Os dois de botas e aqueles jeans com raw e ai rolou tipo um “aperto de mão secreto” e engatamos em algumas horas de bate papo sobre jeans, botas, motocicletas, fotografia, viagens, o bom momento para se visitar o Brasil, e o que as celebridades de hoje fazem quando o personal stylists saem de férias.

O mais legal das lojas de nicho nos Estados Unidos é que a posição de vendedor é tratada de forma muito diferente do que a profissão no Brasil. Os caras precisam respirar o que vendem e compartilhar do estilo de vida da marca, sem discussão, só gosto. Aproveitei para pegar dicas que usei pra forrar o estômago logo que sai e depois durante a road trip pela PCH, falamos de tudo ou pouco e passei uma verdadeira terapia de choque que me preparou para o que estava por vir.

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Loja Mister Freedom em Los Angeles

O espaço, a organização e os produtos são todos únicos e apesar de já ter vistos fotos online eu não estava preparado para a quantidade de informação. O que me fascinou desde o começo na Mister Freedom foi o site com histórias incríveis no blog alimentado pelo dono Christophe Loiron. Ele teve uma vida muito rica, cheia de experiências e histórias que você não compra e nem adquire pela internet (O Christophe é francês, foi criado na África, e se mudou para a Califórnia aos 24 anos depois de servir na marinha Francesa). Esse conhecimento, a paixão pelo vintage, e a leveza de quem se considera um “expert em nada” são refletidas perfeitamente na cereja no bolo que é o perfil no Instagram, que representa o que parece ser a essência da marca e loja: criar, se divertir e curtir a vida.

O lugar é ao mesmo tempo confuso e aconchegante. A loja é repleta de roupas e objetos vintage de várias categorias, épocas, e origens, desde camisas de Savile Row até calças da Revolução Francesa. Sua imaginação vai trabalhar muito para tentar adivinhar a história dessas roupas e pensar como é que elas podem fazer parte da sua história e da sua realidade. Você vai ver o capitão dos mares Jack Sparrow, ou Cry Baby, ou o Inimigo Público Número 1 (personagens do Johnny Depp, grande cliente) e não se espante se tiver um sentimento de que já viu alguma coisa nos cinemas… a loja é famosa por ser ponto de referência (compra e aluguel) para estilistas e figurinistas.

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Quem não curte vai achar que é um episódio de acumuladores, mas quem gosta vai achar incrível esse galpão de tijolos construído em 1930 abrigando um estoque imenso com roupas até de 1850, tecidos, livros, e objetos. A mágica da loja está nessa confusão organizada cheia de tesouros por onde você circula como um verdadeiro caçador de relíquias. É uma bagunça proposital, eles me disseram, que de certa forma replica a sensação de anos e anos de garimpos e eu curti demais estar nessa caçada.

E as coleções da Mister Freedom? Chega até a ser difícil saber o que é novo e o que é velho, apesar de existir uma certa divisão com o que é mais antigo organizado em araras no fundo da loja. Isso porque as coleções da Mister Freedom parecem roupas que estão ali na prateleira há 40 anos, graças aos cortes, ao tecido sem lavagem, e todos os detalhes de modelagem e construção. Engana-se quem pensa que vestir-se bem é renovar todo o guarda roupa a cada estação, e as coleções da Mr. Freedom são lentas e complementares. Muitos acabam se desfazendo rapidamente das roupas simplesmente porque essas peças foram compradas aos ventos da moda, e logo perdem o charme que tinham quando foram adquiridas. Ou simplesmente porque elas não duram muito tempo, pela má qualidade do material, ou a precariedade da mão de obra que as produziram. No entanto, é apenas com o passar dos anos que roupas e sapatos realmente de qualidade adquirem o caráter próprio que lhes confere individualidade e dignidade. Só as roupas bem feitas, e compradas conscientemente, vão desfrutar desta características para um dia se tornarem o vintage do futuro.

O que eu acho mais divertido são as histórias trás de cada uma, com inspirações cheias de histórias culturais que não se prendem ao “heritage” dos Estados Unidos. As idéias vem de fotos, jornais, revistas, roupas antigas, garimpos, e as coleções com temas como “Viva Lá Revolutión”, “Men of the Frontier” e “Sea Hunt” são são feitas nos Estados Unidos ou no Japão. Os produtos saem de fábricas éticas e de preferência pequenas pois o consumo consciente, a responsabilidade na fabricação e o meio ambiente aparecem forte na mensagem (de fashion tão slow que o pêndulo está mais para o passado). É importante dizer que apesar da cara de vintage as roupas não são réplicas do passado. As criações são frutos da imaginação do que poderia ter sido um novo produto vendido época.

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Loja Mister Freedom em Los Angeles

Loja Mister Freedom em Los Angeles

O segundo andar do galpão é protegido por uma escada com sinais estilo “cuidado com o cão”. Lá em cima ficam os computadores, respondendo os clientes e trabalhando a loja online. Em um outro canto desse segundo andar ficam ainda mais coisas antigas, uma espécie de acervo especial, ou referências do momento pois é numa mesa bem ali que o Christophe bola as modelagens e inclusive estampa algumas camisetas, e faz pequenas customizações. As embalagens são incríveis e todo detalhe do produto tem um “twist” carinhoso, como os patches do jeans marcados com ferro quente, os botões de corozo nut pintados de indigo natural, tudo feito ali mesmo ou no quintal. Fiquei contente de descobrir que o que vejo no Instagram acontece na loja, e que a pessoa que posa dando voadoras é assim mesmo, bem humorada e receptiva.

Essa loja tem camadas e camadas de achados e detalhes históricos que ganharam vida nova dentro de um novo contexto graças ao olhar de uma pessoa. É um lugar para você passar o tempo, olhar com calma, pesquisar, se divertir indagando sobre o contexto histórico de alguma coisa ou simplesmente admirar a qualidade e beleza. É um ambiente onde eles são experts em contar histórias e em apresentar elementos para você colocar a imaginação para funcionar. A Mister Freedom mostra que o passado não precisa ser estático, que roupas devem ser divertidas e que comprar o que você quer pode ser uma experiência agradável. Os textos no blog são ricos em história e educativos sobre os impactos causados pela indústria, mas sempre com bom humor e gozações. Lojas e marcas tentam de tudo para vender e as vezes levando tudo muito a sério, forçando a barra em nome de uma imagem, mas a Mister Freedom está aí para lembrar que a moda masculina é para ser divertida!


Christophe Lorion e Lucas Azevedo no Inspiration LA

Christophe Lorion no Inspiration LA

banner-loja-geralPowered by Rock Convert
Lucas Azevedo
Escrito por Lucas Azevedo
Apaixonado por experiência do cliente, varejo e produtos. Criei o Só Queria Ter Um para compartilhar minhas experiências com botas, raw denim e vintage!