Qual é melhor, sapato com sola de couro ou sapato com sola de borracha?

instagram só queria ter umPowered by Rock Convert

Sola de sapato de couro é melhor que sola de sapato de borracha? Tá aí um assunto tão controverso quanto rivalidade no futebol. Algumas pessoas amam sola de couro, outras só calçam sapatos com solado de borracha. Cada um tem a sua opinião sobre o conforto, a durabilidade e também a elegância de cada tipo de sola.

Neste conteúdo, vou apresentar meus argumentos a favor e contra cada tipo de sola, para te ajudar a identificar qual é a melhor opção para você.

Considere que nestes exemplos, estou desconsiderando as palmilhas removíveis acolchoadas. Na minha análise, tratarei todos os sapatos como se tivessem palmilha de montagem de couro e uma meia palmilha de conforto levemente acolchoada apenas cobrindo o calcanhar. Estou fazendo dessa forma porque é o padrão mais comum nos sapatos sociais masculinos.

Teoricamente, colocar uma palmilha acolchoada aumenta o sapato de qualquer calçado, mas todas perdem o efeito com o tempo. Além disso, se o sapato veio sem palmilha, as dimensões dele não foram feitas para acolher uma. Se a palmilha for grossa demais, ela vai ocupar o espaço que deveria ser ocupado pelo seu pé e te deixar mais desconfortável ainda.

Agora que eu expliquei a base de comparação, vamos ao duelo!

Qual sola é mais confortável, a de couro ou de borracha?

Estou falando de couro mesmo. Não de solas de madeira ou materiais sintéticos que fingem ser couro.

  • Conforto da Sola de Couro

Muita gente pensa que o couro é um material rígido sem nenhum amortecimento ou conforto. Isso é uma meia verdade pois i couro utilizado na sola realmente é tratado para ficar duro e resistente, mas com o tempo vai sendo moldada pelo seu pé para proporcionar um conforto natural.

Pouco amortecimento na sola é problemático para longas distâncias, mas os sapatos geralmente tem parte do salto em borracha e uma meia palmilha acolchoada no calcanhar. Além disso, muito do conforto de um sapato vem da forma, que precisa ter um bom apoio para o arco do pé.

A minha bota mais confortável tem a forma com excelente contorno e suporte, construção goodyear, e sola de couro dupla. O problema é que se construção e a forma do sapato forem simples, a sola de couro passa a ser muito desconfortável. Esse é o cenário da maioria dos calçados brasileiros.

A desvantagem da sola de couro é que ela requer outros detalhes importantes para ser confortável. Um sapato com sola fina, sem cortiça e sem palmilha de montagem de couro precisa ter a forma perfeita para o seu pé ou usar contar com uma construção muito flexível e palmilha removível para proporcionar o conforto esperado. O sapatos mais desconfortável que já tive era um blaqueado de forma muito reta e sola de couro fina.

  • Conforto da Sola de Borracha

A sola de borracha costuma ser flexível logo de cara. Você não precisa amaciar o sapato. Sendo assim, mesmo um sapato com construção robusta parece menos rígido no início. A borracha absorve melhor o impacto então você sente menos a dureza do chão e consegue andar mais.

No entanto, a borracha não tem a mesma capacidade do couro de se moldar com o uso. Ela é confortável desde o início do dia, mas no fim do dia pode cansar pois as solas de borracha muito macias (sapatos sociais costumam ter solas macias) reagem a irregularidades no chão e você sente cada caroço.

  • Conclusão: 

Sola de borracha costuma ser mais confortável no início. Com o tempo, o sapato bem feito que serve bem no seu pé e tem sola de couro pega um conforto maior.

Quando experimentar um sapato com sola de couro, veja com os dedos da mão se o meio da sola é firme (para ver se ele tem um suporte no arco do pé). Ao calçar, sinta se o ângulo é bom, ou seja, se o seu pé fica bem apoiado ou se fica muito plano. Repare também se o sapato está bem encaixado no pé, pois assim pode começar a amaciá-lo e terá um sapato super confortável.

Quando experimentar um sapato de borracha sinta se o conforto da sola te atende, pois é aquele que terá para sempre. Esqueça um pouco a rigidez da parte de cima da bota, pois essa você amacia, e foque na sola.

As solas de borracha muito finas não costumam ser muito confortáveis, ainda mais quando muito macias. São boas para ficar em casa mas você sente tudo que pisa, e nossas calçadas são cheias de irregularidades.

As solas duplas de couro são corpulentas, mais resistentes e duram mais tempo, mas perdem muita flexibilidade inicial. No geral, você precisa ter mais paciência para amaciar um sapato com sola de couro. Além da resistência, elas protegem seu pé da umidade. Botas costumam ter essas solas, as vezes com uma terceira camada de borracha, porque são feitas para andar muito e aguentar o abuso.

Se o sapato for bem feito, servir bem e possuir uma construção de primeira, ele será um dos mais confortáveis na sua coleção, principalmente quando tem uma camada de cortiça e a palmilha de montagem também de couro. Infelizmente, essa combinação de fatores é muito rara entre os calçados nacionais. A melhor opção, é buscar uma marca Espanhola, que costuma ter o melhor custo benefício internacional, tipo a Meermin.

Entre os sapatos mais baratos, pode ser melhor abrir mão de um pouco da formalidade e escolher uma sola de borracha espessa e macia, pois ela vai compensar as construções piores, que tem menos apoio para os pés.

Qual sola dura mais, a de couro ou a de borracha?

  • Durabilidade da sola de couro

A durabilidade da sola de couro depende da qualidade do couro e de quantas camadas ela tem.

Uma sola fina com uma camada de couro tem menos durabilidade do que uma sola com três camadas de couro. Aqui, novamente, é simples. Se a sola for fina, ela tem menos durabilidade. Quanto mais você usar, mais rápido vai gastar.

O couro também tem problema com chuva. É um material que absorve água, e a água pode começar a entrar pelas costuras e rachaduras da sola. Se você não der tempo para o sapato secar isso pode virar um problema.

  • Durabilidade da sola de borracha

A durabilidade da borracha varia muito, mas uma boa borracha é quase indestrutível. É um material feito para aguentar. Tanto que, as botas de trabalho são feitas com solas de borracha. Eu tenho uma bota com uma excelente sola de borracha que uso há 6 anos e não estou nem perto de precisar trocar a sola.

Se a sola de borracha rachar, já era. É engraçado, porque tem vezes que a borracha racha sem nenhuma explicação. Já escutei que é temperatura, peso da pessoa, e até porque ficou muito tempo parada. Geralmente borrachas muito finas duram muito pouco e perdem todas as vantagens de conforto e durabilidade, mas tudo depende da química envolvida.

Conclusão:

Vai depender muito do seu uso. Sendo de couro ou de borracha, sapatos sociais costumam ter solas mais finas, e botas masculinas rústicas a ter solas mais grossas.

As solas de borracha não são uma garantia de conforto ou durabilidade. Existem diversos tipos e qualidades de borracha. Assim como pneus, podem ser mais macias (desgastam mais rapidamente) ou mais duras (mais resistentes). Observando meus sapatos, as  solas de couro duram mais do que as solas de borracha finas ou muito macias, mas nem se comparam em durabilidade com solas de borrachas grossas e consistentes.

Uma solução para quem gosta da sensação das solas de couro e quer preservá-las por ainda mais tempo é colocar uma camada de borracha na sola toda, ou em metade da sola. Desta forma, ao invés de danificar e ter que trocar a sola inteira, basta substituir a camada de borracha quando ela ficar gasta.

Para enfrentar condições climáticas adversas ou longas caminhadas é melhor escolher um sapato com sola de borracha grossa. Quem usa sapatos com sola de couro precisa pensar no seu comportamento no dia-a-dia:

  • Não é bom andar longas distâncias do trabalho para casa, pois vai gastar e dependendo do terreno, danificar. Provavelmente a pessoa não vai escolher um sapato com sola de couro para usar nas férias enquanto visita vários lugares e caminha por muitas cidades. Se alguém usar uma sola de couro com essa intensidade ela provavelmente vai se desgastar mais rápido do que uma de borracha. Isso é indiferente para quem anda de carro/taxi/uber/ônibus. Aí dá para aproveitar melhor o conforto a longo prazo e o visual elegante da sola de couro.
  • Não dá para usar o sapato no dia que ameaçar chover ou na chuva. Se for pego desprevenido, vai escorregar e quando chegar em casa precisa deixar a sola tomando ar até secar.

Qual sola é mais versátil, a de couro ou de borracha?

  • Versatilidade da sola de couro

Tradicionalmente, sapato com sola de couro são o auge da elegância.

Em situações mais formais, ainda reinam. Quanto mais fina a sola (até certo ponto) e quanto mais próxima as laterais estiverem do cabedal mais formal o sapato é. As solas de couro mais espessas e cortadas mais distantes do cabedal são casuais mas mantém  um ar muito clássico.

A desvantagem é que a sola de couro não é muito prática em terrenos mais exigentes e em dias molhados.

  • Versatilidade De Um Sapato Com Sola De Borracha

O sapato de borracha se adapta melhor a mudanças climáticas. Leia-se: Chuva.

É mais difícil bater o olho em um sapato de borracha e achar ele adequado para uma ocasião formal. É difícil mas é possível. Primeiro, já existem solas de borracha que se passam pelo visual do couro. Segundo, porque o ambiente de trabalho e os costumes da sociedade estão cada vez mais casuais.

A sola de borracha é mais casual, não apenas pelo visual, mas por dar mais liberdade para a pessoa pisar em terrenos, inclusive os mais exigentes.

  • Conclusão

As solas de couro, por motivos estéticos, ainda são as mais adequadas para sapatos em ambientes de negócios ou formais.

No entanto, o ambiente de negócios e o modo de nos vestirmos está ficando cada vez mais casual. Por isso as solas de borracha também são perfeitamente aceitáveis, e devem ficar cada vez mais comuns do que já são. É como os relógios. Hoje em dia, você pode usar um relógio de borracha ou um relógio de ouro que no geral, tanto faz. 

Ou seja, aa casualidade, a sola de borracha é mais prática e versátil. Na formalidade, a sola de couro é a clássico e a mais elegante, mas só os mais críticos irão estranhar uma sola de borracha com aparência próxima de uma sola social de couro, nem muito fina nem muito grossa, nem muito exótica ou sintética.

Qual sola de sapato é melhor?

E é isso aí! No final, não dá para dizer que uma é melhor ou pior do que a outra. O sapato é a sua conexão com a terra e ele precisa ser adequado ao seu ritmo de vida e ao seu caminho.

Estou aqui pra ajudar com qualquer outra dúvida e sigo testando para encontrar o que me calça melhor. Se você quiser acompanhar essa jornada, gostaria de te convidar para seguir o Instagram do blog. Lá, eu compartilho o que tenho usado e faço reviews dos produtos que comprei. Chega mais, e vamos falar de botas e sapatos!

banner-loja-geralPowered by Rock Convert
Lucas Azevedo
Escrito por Lucas Azevedo
Apaixonado por experiência do cliente, varejo e produtos. Criei o Só Queria Ter Um para compartilhar minhas experiências com botas, raw denim e vintage!