Destinos

Mt Fuji Lake Kawaguchiko

Lago Kawaguchiko para ver o Mt. Fuji: Quando nossos planos não dão certo

O lendário Monte Fuji, também chamado Fuji-san, é provavelmente um dos pontos turísticos que você mais associa ao Japão. Quem programa a viagem está ansioso para vê-lo, principalmente com o topo coberto de neve!

A montanha é tão imponente que é possível vê-la de Harajuku, em Tóquio. É verdade! Se o clima ajudar, você pode avistar o Fuji da cobertura do Starbucks no Tokyu Plaza Omotesando Harajuku a cerca de 120 km de distância. Pois acredita que mesmo tão visível assim, não conseguimos vê-lo estando a menos de 20 km? O clima não colaborou nem um pouco no dia em que fomos visitar o Lago Kawaguchiko.

Mas mesmo com esse contratempo foi possível dar a volta por cima e aproveitar o passeio! A seguir, compartilho a rota e dicas do que esperar para você incluir no seu tour pelo Japão.

Terceiro dia em Tóquio: Palácio Imperial, Ebisu, Nakameguro e Daikanyama

Tóquio é uma cidade de contrastes. Santuários antigos ao lado de movimentados shopping centers. Árvores de cerejeira crescem à frente de outdoors reluzentes. Becos estreitos com pequenos restaurantes se escondem embaixo de viadutos e arranha-céus.

Com o itinerário de sete dias em Tóquio, conheci destaques e jóias escondidas da cidade. Pode parecer muito tempo, mas a metrópole tem muito a oferecer. De patrimônios mundiais da UNESCO a parques e arcades, não falta nada nesta cidade.

Acordamos cedo para visitar um cartão postal da cidade, continuando a lógica do primeiro e segundo dia. Dessa vez o escolhido foi o Palácio Imperial de Tóquio. A tarde, a programação foi uma volta por Ebisu, Nakameguro e Dainakayama.

Roteiro Tóquio: O que fazer (o que eu fiz) no primeiro dia

O que fazer no primeiro dia em Tóquio?

“Jet lag”, é aquele desconforto físico ocasionado pela diferença de fuso horário entre os países e longas horas de vôo. Quem pretende fazer uma viagem para o Japão, poderá encontrar dificuldades em se adaptar, tanto pelo tempo de voo quanto pela diferença de 12 horas de fuso horário em relação ao Brasil.

Hot Rod BH 2018: Carros antigos para amantes dos envenenados!

Este final de semana fui pela primeira vez ao mais antigo e tradicional encontro de Hot Rods do Brasil. O BH Hot Show acontece em Belo Horizonte desde 1991 e não é um evento apenas para amantes dos antigos envenenados. A cobertura do Boulevard Shopping reuniu cerca de 600 carros em um ambiente leve e inclusivo. Nada melhor do que convidar todos a valorizarem os automóveis antigos e ver historia bem ali na sua frente.

Achei muito legal. Tomei umas cervejas geladas, vi umas máquinas maravilhosas que são tão bonitas hoje quanto eram no passado, conheci alguns dos colecionadores, algumas cabeças por trás das restaurações e customizações e quase comprei (ou melhor, quase me venderam) uma Rural. Sábado baum!