Camisas listradas: A história da Saint James e as Listras Breton da marinha francesa

sueter-listrado-jt-james-bicnic
Powered by Rock Convert

Existem poucas marcas realmente históricas como a Saint James, possível inventora de uma das camisas listradas mais famosas na história da moda masculina.

História da Saint James

Fábrica Saint James

A fábrica original foi construída em 1850 na tranquila cidadezinha litorânea de St. James, no norte da França. A cidade é até hoje a sede da marca homônima.

Essa é a história de como a Saint James acabou criando a mais de um século, duas peças náuticas definitivas e transformando a camisa listrada em um símbolo francês.

Essas duas peças são a camisa “The Naval” e os suéters “Binic”. Ambos artigos de roupa funcionais que foram concebidas para marinheiros e de acordo com as condições que eles enfrentavam no dia a dia.

O design simples e sua eficácia a tornaram uma daquelas raras peças clássicas que resistiram ano após ano sem passar por grandes modificações. A Saint James produziu uma peça de roupa discreta e prática, que funcionou tão bem ao longo das décadas quanto quanto funcionava em 1800.

Uniforme listrado da marinha francesa

marinheiros franceses com camisas listradas

Em 1858 o Ato da França decretou que as listras seriam o uniforme oficial da marinha francesa.

As listras da França tem sua origem na região do país que era conhecida como Bretanha. Os navegantes locais utilizavam em suas camisas as listras da bandeira, provavelmente para facilitar a sua identificação. Por isso são conhecidas como Breton/Bretã.

Camisa Listrada The Naval II

camisa listrada saint james

O modelo mais popular da Saint James, The Naval II, foi originalmente produzido como o uniforme para a marinha por volta de 1889.

O projeto original contava com 21 listras, uma para da vitória da frota de Napoleão contra a armada Britânica. A gola canoa tornava mais fácil a retirada da camisa caso o marinheiro caísse no mar.

Hoje, The Naval II ainda se mantém fiel à sua origem,  com o design praticamente idêntico e inclusive utilizando os tamanhos padrões militares: de 0 a 8 ao invés de P, M, G.

Suéter Listrado Binic

Suéter listrado breton Binic da Saint James

Outro clássico da marca é o suéter Binic. Neste caso a necessidade veio dos pescadores locais.

As temperaturas instáveis que eles enfrentavam fizeram surgir a necessidade de roupas que os mantivessem aquecidos mas que não atrapalhassem o seu trabalho. A peça original era comprida, possibilitando que os pescadores as mantivessem presas dentro das calças.

Assim como as camisetas da marinha, elas também tinham gola canoa para que eles conseguissem facilmente colocar e tirar de acordo com a temperatura, sem precisar interromper o seu trabalho por muito tempo.

Suéter listrado breton Binic da Saint James

Com o tempo a Saint James acrescentou quatro botões do lado esquerdo da gola. Dessa forma o pescoço ficava mais protegido do que o modelo canoa mas continuava podendo ser desvestido rapidamente sem que a gola fosse danificada, e esse o resultado é foi Binic.

Como usar camiseta listrada

É mais fácil mostrar do que falar.

As camisas e suéteres listrados da Saint James fizeram história. Foram usados por algumas das pessoas mais estilosas e interessantes da história.

As listras realmente atravessaram gerações. Transitaram do universo militar para o vestuário dos trabalhadores, e hoje estão presentes no guarda roupa dos homens e mulheres.

Começaram entre os marinheiros franceses…

marinheiro frances

Em 1920 eram populares entre os membros da “Geração Perdida“, talvez os primeiros a removê-las do contexto da classe trabalhadora ou militar.

Na foto, Gerald Murphy, da geração perdida, mais ou menos 1920 com o modelo Saint James  Naval II.

Gerald Murphy, da geração perdida, mais ou menos 1920 com o modelo Saint James Naval II

Coco Chanel se inspirou durante uma visita à costa norte da França e colocou a peça ao guarda roupa feminino. Na foto, Coco Chanel, em 1930 com a Saint James Meridien

oco Chanel, 1930 com a Saint James Meridien

Depois da Segunda Guerra elas ganharam um ar rebelde ao serem adotadas pela geração Beatnik.

andy warhol breton stripe

Depois, conquistaram os astros de Hollywood.

Katherine Hepburn Spencer Tracy camisa listrada saint james

Paul Newman camisa listrada

james dean com camisa listrada saint james

A camisa listrada é um símbolo do folk clássico e dos artistas da Nouvelle vague.

 Jean Seberg com camisa listrada saint james

Mary Travers e Bob Dylan camisa listrada Saint James

joan-baez-camiseta-listrada

Mais tarde, nos anos 70, viraram um símbolo “preppy” ao ser adotada pelos estudantes das universidades da elite americanas

princeton-camiseta-listrada

Por fim chegaram ao rock, debaixo das jaquetas de couro de bandas como os Ramones.

Blondie camiseta listrada

ramones camiseta listrada

Hoje em dia aparecem por ai, figurinha garantida em qualquer inspiração navy. Clique para ver algumas ideias.

banner-loja-geralPowered by Rock Convert
Lucas Azevedo
Escrito por Lucas Azevedo
Apaixonado por experiência do cliente, varejo e produtos. Criei o Só Queria Ter Um para compartilhar minhas experiências com botas, raw denim e vintage!