Qual a Diferença Entre O Converse Chuck Taylor 1970 e o All Star Atual?

converse 1970
Powered by Rock Convert

Em janeiro de 2014, a Converse lançou a série Chuck Taylor 1970, uma linha baseada nos padrões de fabricação da década de 1970. Esta não foi a primeira vez que a marca fez isso. Desde 2008, a Converse japonesa vem criando versões com base vintage e sola Vibram, mas esta foi a primeira vez que uma linha retrô foi lançada no mercado mundial.

O primeiro lançamento do All Star 1970 veio com opções de cano alto ou baixo nas cores amarelo mostarda, vermelho, branco, azul marinho e preto. Hoje, essa coleção se tornou recorrente, e a cada temporada a Converse lança novas opções de cores. O bacana nesta linha é a restauração de muitas das características que sumiram dos tênis Converse Chuck Taylor no final da década de 80 para cortar custos.

Naquela época, a Converse começou a promover o Chuck Taylor All Star como um item de moda para a contracultura, ao invés de ser um tênis para o basquete, outros esportes ou um sapato de lazer para pessoas comuns. Péssimas decisões financeiras e gestão de produto ruim fizeram a empresa perder participação no mercado. A Converse havia se esquecido que o Chuck, seu produto número um, era um tênis para todos os tipos de atividades, para todas as pessoas da sociedade, e não apenas para uma contracultura jovem ou estrelas do rock. O All Star é um sneaker clássico que pertence a todas as gerações e estilos de vida.

Eventualmente, a má gestão da Converse na década de 1990 levou à sua falência. Fãs em todo o mundo continuaram a querer comprar e usar o Chuck Taylor e ajudaram na grande recuperação da Converse, que foi comprada pela Nike. O All Star nunca foi tão popular, e é usado por pessoas de todas as idades em todo o mundo. Aqui no Brasil, ele ainda carrega um pouco do ranso das estratégias da Converse dos anos 90, e na minha opinião o Chuck Taylor 1970 deu uma reascendida nas pessoas que conheciam a marca dos anos 80 para trás.

A Evolução do Converse Chuck Taylor All Star

O Converse 1970 na esquerda é muito mais firme. O regular, na direita, mal fica em pé.

O Chuck Taylor All Star é o tênis mais famoso e atemporal da Converse. No entanto, o que muitos fãs desconhecem, são as várias mudanças pelas quais o tênis passou durante os seu século de existência.

O Chuck Taylor 1970, é uma reprodução com base no visual do tênis no início da década de 1970. Estes foram anos muito importantes para a Converse. A marca havia acabado de lançar o modelo cano baixo, e começado a produzir várias cores de Chucks. Muitos atletas calçavam seus produtos, e o tênis era extremamente popular entre todos os tipos de jovens, e começava a virar símbolo de alguns grupos.

Nessa época, a Converse também teve sucesso vendendo novos modelos, entre eles o Jack Purcell, o One Star e o Pro Leather, praticamente dando início a febre dos sneakers. Foram os últimos anos da “era de ouro” da marca pois, em um futuro próximo, ela deixaria de ser a marca oficial de calçados da NBA e começaria a enfrentar concorrência pesada de outras marcas e tomaria uma série de decisões ruins, culminando com o quase encerramento das operações no início dos anos 2000.

A linha Chuck Taylor 1970 restaura alguma das características importantes do tênis e a qualidade que apenas gerações mais velhas se lembram, permitindo que as gerações mais jovens compartilhem essa experiência. Essas são algumas das diferenças que justificam o preço mais alto:

  • Qualidade da Lona no All Star 1970 é melhor

Lona do Chuck Taylor 1970

As alterações mais recentes aconteceram no início dos anos 2000. Primeiro, a lona, tanto exterior quanto interior, deste novo Chuck Taylor passou a ser mais fina. O material deixou de ser um “2-Ply” de algodão, e virou um “1-Ply” têxtil, menos estruturado. O exterior e o forro do tênis All Star 1970 voltam a ser feito com uma lona bem grossa.

\A montagem do tênis é diferente

Borracha do Converse Chuck Taylor 1970

A construção da sola e da midsole de hoje é diferente, com mais componentes que são encaixados e colados. No 1970, a midsole é composta por três partes, e é mais alta. A linha preta também é aplicada de forma diferente, com mais relevo

Borracha do Converse All Star normal

Os tênis retro também tem uma costura externa a mais na parte de baixo do tênis. Elas não são só enfeites. Servem para segurar uma outra camada de material que é presa ao interior do sapato e deixa ele mais resistênte.

    • Qualidade dos aviamentos, acabamentos e detalhes

Detalhes do Converse atual

Detalhes do Convere 1970

Os ilhós do All Star atual são de níquel,  Os cadarços são feitos de nylon, e o calcanhar vem com a logo branca “All Star”.

Os ilhoses do 1970 são feitos de alumínio e os dois buracos para ventilação são mais distantes. Os cadarços são de algodão, e um pouco mais finos do que os de nylon

A tag no calcanhar é preta, e outro detalhe é a tag interna silkada na língua. Uma lembrança de quando este era o tênis oficial dos jogadores de basquete.

  • Qualidade da sola

A borracha do All Star normal é bem menos durável, e muitas vezes tem um tipo de tecido” colado na parte de baixo. Parece estranho, mas existem algumas restrições na importação de borracha e por isso a Converse utiliza uma mistura que acaba configurando a sola como tecido.

A sola do All Star 1970 é feita de uma borracha muito mais densa e off white, ao invés de branca. A mudança de cor é uma homenagem à borracha oxidada que encontrada em muitos modelos vintage de All Star, efeito natural do passar dos anos.

  • O formato do tênis

Formato do Chuck Taylor 1970 e o formato do atual. Reparem como o bico é diferente.

A borracha ao redor do tênis é mais alta e mais espessa, e o formato do tênis é diferente. O modelo retrô tem a parte da frente um pouco mais larga, e a borracha branca no dedão é menor e tem um formato menos arredondado.

  • Conforto

Essa camada interna não existe no All Star normal

 

Pequenos detalhes. O Converse 1970 tem uma camada extra de forro para ficar mais resistente.

As mudanças não param por aí. As palmilhas são feitas com o antigo “Converse Arch Support”. Elas são muito mais altas, mais macias e confortáveis.

Vale a pena comprar o Converse 1970?

Estas são as diferenças entre o novo modelo Converse Chuck Taylor 1970 e o Converse Chuck Taylor padrão dos dias de hoje. Vale a pena? Sim! Estes detalhes do Converse 1970 eram considerados práticos para um jogador de basquete da época, principalmente antes dos avanços tecnológicos nos calçados de alta performance.

Não tem nada de errado com o All Star atual, que é um tênis companheiro de todos os momentos. , mas o All Star 1970 recebeu um upgrade na fabricação e na qualidade dos materiais, que resultaram em um tênis mais confortável e mais resistente. Prova de que ao menos desta vez, os nossos pais estão certos quando falam “No meu tempo era melhor”.

banner-loja-geralPowered by Rock Convert
Lucas Azevedo
Escrito por Lucas Azevedo
Apaixonado por experiência do cliente, varejo e produtos. Criei o Só Queria Ter Um para compartilhar minhas experiências com botas, raw denim e vintage!