Motos no cinema: conheça 8 motos icônicas

Na estrada, na garagem, no lava a jato e até na oficina! Para os apaixonados por duas rodas, as motos ficam bem em qualquer cenário. Mas se tem um lugar onde elas ficam ainda mais furiosas é no cinema.

Qual filme não ganha uma dose extra de adrenalina com uma moto potente? Qual vilão (ou mocinho) não fica ainda mais badass em cima de uma Harley-Davidson, Triumph, BMW, Honda, uma Yamaha?

Seguindo a ideia deste post com as jaquetas de couro mais icônicas do cinema, ajeite o capacete e se ligue nesta lista de 8 motos no cinema que marcaram a minha memória!

O Selvagem e sua Triumph Thunderbird 6T

O grupo de motociclistas liderado por Johnny — interpretado por Marlon Brando — invade Wrightsville durante uma corrida de motos, mas são forçados pela polícia a deixar o vilarejo. No filme O Selvagem (1953), Johnny, a bordo da sua Triumph Thunderbird 6T, e o resto do The Black Rebels Motorcycle Club, seguem estrada em busca por adrenalina, motos e, claro, confusão.

O filme foi tão marcante, que visual jaqueta de couro, selvedge denim e engineer boots passou a ser sinônimo de motociclismo fora-da-lei. Hollywood inspirou uma geração inteira ao redor do mundo a adotar este estilo rebelde, como os astros do Rock n´ Roll, os Greasers nos Estados Unidos e Rockers Cafe Racers na Inglaterra.

Fugindo do Inferno de TRIUMPH TR-6 TROPHY

Nenhum outro ator na história do cinema foi tão apaixonado por motocicletas como o norte-americano Steve McQueen. No auge de sua carreira, tinha mais de 120 motocicletas, além de muitos automóveis.

Steve não era apenas um amante de motocicletas e carros, mas também um talentoso piloto. Vários de seus filmes que exigiam demonstrações de grande perícia não necessitavam de dublê pois o próprio McQueen se encarregava das cenas mais arrojadas.

Fugindo do Inferno (The Great Escape), foi um dos maiores sucessos da carreira o ator e tem a cena que virou um ícone da relação com motocicletas de Steve McQueen: o salto sobre a cerca de arame farpado fugindo do campo de prisioneiros.

A moto era uma Triumph disfarçada de BMW do exército alemão e, curiosamente, para grande frustração do ator, não foi ele a pilotar dessa vez! A companhia de seguros contratada pelos produtores o impediu de realizar a acrobacia.

A Exterminadora Harley-Davidson FLSTF Fat Boy

Você pode ter assistido o filme O Exterminador do Futuro II milhares de vezes, mas dessa vez assista com um único propósito: namorar cada detalhe da Harley-Davidson FLSTF Fat Boy usada por Arnold Schwarzenegger durante quase todo filme para salvar a vida de Sarah e John Connor.

Nesse, que é o segundo filme da franquia, a Fat Boy tem quase um papel à parte, mas vale a pena conferir também os outros filmes, porque o T-800 sempre dá um jeito de descolar uma moto para fugir.

Capitão América Easy Rider

O filme Easy Rider, no Brasil “Sem Destino”, é um clássico do cinema americano de 1969. O road movie, estrelado por Peter Fonda e Dennis Hoper (além de Jack Nicholson) trata da busca da liberdade pessoal trazendo temas tal como a ascensão e queda do movimento hippie, o uso de drogas e estilo de vida comunal.

Os dois amigos, após traficarem droga do México até Los Angeles, resolvem atravessar o leste dos EUA para chegar a tempo em Nova Orleans e a tempo do Mardi Grass, um dos maiores carnavais do mundo na época. A Harley-Davidson 1950 Panhead conhecida por Captain America era na verdade duas Harley-Davidson hardtail dos anos 50 personalizadas pela dupla Cliff Vaughs e Ben Hardy, seguindo as orientações do próprio Peter Fonda, que queria aquela cara nacionalista e muitos cromados.

Rebeldia Violenta

Em Rebel Rousers, uma gangue de motociclistas resolve sair de férias. J.J. (Bruce Dern) é o líder e reencontra Paul Collier (Cameron Mitchell), que estava na cidade na tentativa de se reconciliar com a namorada grávida. Um dos membros da guangue, Bunny (Jack Nicholson) se interessa por Karen (Diane Ladd), a namorada de Paul. Para amenizar a situação, J.J. propõe uma corrida de motos.

O filme não é muito bom. Confie em mim, apenas assista e isso é tudo que você precisa ver. A roupa de Jack Nicholson e a sua Harley Flathead de 1945 são as únicas partes memoráveis. O personagem parece um tributo psicodélico dos anos 60 ao icônico personagem de Lee Marvin, Chino, do filme O Selvagem. Fica também a mensão honrosa a este outro personagem que pilotou uma Harley Bobber nas telonas.

Superando limites em uma Indian Scout 1920

Imagine quebrar vários recordes de velocidade em cima de uma moto depois dos 60 anos. Só alguém muito apaixonado mesmo por duas rodas. Esse alguém é D, personagem principal do filme baseado na vida do motociclista, Desafiando os Limites. Burt foi um neozelandês fascinado por motos que passou anos montando, quebrando e aperfeiçoando sua Indian Scout 1920 até fazer dela um dos veículos de duas rodas mais rápidos do mundo.

Rambo: First Blood (ou simplesmente Rambo) – Yamaha XT 250

O tom sóbrio e sombrio de First Blood faz dele o melhor filme na série Rambo. Ação não falta, especialmente com suaa cena de perseguição de motocicleta. Um dos melhores momentos do filme é Rambo escapando de um policial em sua Yamaha XT 250, utilizando moto de 22 cavalos para correr pela floresta.

Rumble Fish: Kawasaki LTD

Rumble Fish (O Selvagem da Motocicleta) retrata a vida de Rusty James, um jovem que deseja o retorno das gangues de um tempo passado e principalmente aspira à posição de “líder” de uma delas, cujo principal representante fora o “Motorcycle Boy”, seu irmão mais velho desaparecido há algum tempo. O “Motorcycle Boy”, interpretado por Mickey Rourke, pilota uma Kawasaki 440 LTD de 1981.

Bom, acho que agora ficou difícil escolher entre assistir um filme para conferir as motos no cinema ou dar um rolê de moto, não é?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *