Cary Grant: Astro de Hollywood é prova de que o estilo supera a moda

Cary Grant Estilo

A longevidade da influência do estilo de Cary Grant, um dos atores mais emblemáticos da época de ouro de Hollywood, é prova de que o estilo supera a moda.

Quem era Cary Grant?

Cary Grant Tuxedo

Cary Grant nasceu Archibald Leach em 18 de janeiro, 1904, em Bristol, Inglaterra.

Sua infância foi tumultuada. A mãe foi internada em uma instituição mental e o pai contou a história de que ela estava morta. Foi só aos 31 anos de idade que ele descobriu que a mãe estava viva, era mentalmente instável, e podia ser encontrada no sanatório.

Por causa dos tumultos familiares, aos 10 anos já não tinha família. Com a mãe internada o pai casou de novo e começou outra vida que não incluía o filho. Abandonado, foi expulso da Fairfield Grammar School aos 14 anos e entrou para uma trupe de acrobatas. Dois anos depois, em 1920, viajou para os Estados Unidos para um tour de um ano.

O jovem Cary Grant, ainda Archibald Leach, ficou fascinado com o estilo de vida americano e resolveu não voltar para a Inglaterra. Se juntar a grupos americanos e em 1931, depois de vários espetáculos, foi para Hollywood tentar a sorte como ator.

Em Hollywood

Cary Grant jovem

O nome novo veio quando assinou com o Paramount Studios. O ator propôs o nome “Cary”, e a Paramount sugeriu uma lista de sobrenomes. “Grant” foi o escolhido, porque as iniciais C.G. trouxeram sorte para estrelas como Gary Cooper e Clark Gable.

O sucesso veio rápido. Ele deslanchou com o papel em Blonde Venus em 1932, seguido de dois filmes com a atriz Mae West, She Done Him Wrong e I’m No Angel. Esse último, foi um tremendo sucesso financeiro e salvou a Paramount da falência.

Em 1936 veio a mudança para a Columbia Pictures. O tino para comédia adquirido durante as performances com pernas de pau na juventude lhe rendeu o papel principal na comédia Topper. O filme The Awful Truth que saiu no mesmo ano terminou de firmar o ator como um protagonista bonitão e elegante, mas engraçado e autodepreciativo. Isso era muito raro entre os atores estereotipados da época.

A lista de filmes foi só aumentando, ao lado de estrelas como Katharine Hepburn, Rita Hayworth e Ingrid Bergman. Falava-se na época que toda mulher nos Estados Unidos queria estar com ele e todo homem queria ser ele. A elegância, charme, e humor do ator eram algo totalmente novo.

Assim como outros artistas geniais que vieram da classe operária britânica, ele encontrou em Hollywood uma oportunidade de se reinventar. Enquanto aperfeiçoava suas habilidades como ator, foi percebendo que, para se transformar em um galã dos cinemas ele teria que aprender a agir e se vestir como um

O Estilo de Cary Grant

Cary Grant

 “You’ve got to learn to like yourself a little more.”

Com todas as dificuldades da infância muitos tem dificuldade em entender como o ator chegou a ter seu estilo e modos. Filmes como Sylvia Scarlett (1935), The Awful Truth (1937), To Catch a Thief (1955) e An Affair to Remember (1957), entre mais de 70 longas da carreira trazem o ator sempre com um estilo clássico impecável.

Por dentro ele era uma pessoa machucada por todos os problemas familiares. Ele decidiu que mesmo se tivesse conflitos internos, ele sempre demonstraria confiança externa. O documentário Becoming Cary Grant tenta comprovar que a imagem do ator é genuína mas foi construída com muita inteligência e esforço por ele mesmo ao longo de uma carreira premiada que começou nos anos 20 e só terminou na década de 80.

1. Estude boas referências para desenvolver o seu estilo próprio

Cary Grant Estilo

Curiosamente, ele chegou nos Estados Unidos em 1920 no mesmo navio que o famoso ator Douglas Fairbanks Sr. Eles não viajaram na mesma classe mas deu para observar a elegância clássica e atemporal da estrela, que teve um impacto enorme na imagem de Cary Grant. Anos depois, ele foi capaz de conversar com Ralph Lauren sobre as roupas e acessórios do Fairbanks, incluindo detalhes como escolhas de tecidos, largura das lapelas e botões.

Cary Grant passou horas e horas pesquisando sobre alfaiataria e assistindo pessoas que admirava pra domesticar o lado “hooligan” da infância. De acordo com o próprio ator, um dos momentos cruciais foi observar o diretor Leo McCarey, o diretor de The Awful Truth, que tinha um nível de sofisticação que ele nunca havia visto.

Grant estudou muito sobre o assunto e acabou desenvolvendo uma estética discreta e monocromática com foco na forma e na proporção.As qualidades relacionadas ao seu estilo, como sutileza, suavidade, minimalismo e graciosidade foram desenvolvidas com muito esforço As linhas de seus ternos, camisas e sapatos estavam sempre em perfeita harmonia para chamar atenção para a sua maior força: um rosto de estrela de Hollywood.

2. Use as roupas a seu favor

Cary Grant Estilo

Primeiro, ele aprendeu como usar as roupas a seu favor. As golas das camisas eram mais largas e amplas para disfarçar o seu pescoço largo, algo que o incomodava muito. Os ternos e casacos tinham ombreiras largas, proporcionais a sua cabeça, que ele achava grande demais. As cavas das mangas eram cortadas bem altas para alongar a sua silhueta, deixando ele mais alto e esguio nas telas.

É do ator o famoso comentário: “Todos querem ser Cary Grant, até eu quero ser Cary Grant”. Esse humor autodepreciativo aliava o refinamento a uma charmosa simplicidade de alguém que não se leva muito a sério. Foi essa inquietude e essa vulnerabilidade que contribuíram para perfurar a imagem de gentleman, conferindo-lhe um toque de simplicidade.

Ao olhar examinar os seus pontos fortes e fracos, Cary Grant foi capaz de encontrar a versão que o deixava mais confortável e se transformou em um dos maiores ícones de estilos do mundo em uma era antes dos “personal stylists” existirem. Archibald Leach se transformou na imagem que criou para si mesmo. Para ele, mais importante do que estar na moda era criar um estilo único e uma identidade sob medida. Uma vez ele escreveu que fingiu ser quem queria ser até finalmente virar aquela pessoa. Ou ela virar ele. Ou se encontraram no meio do caminho.

Archibald Leach se transformou na imagem que criou para si mesmo. Uma vez ele escreveu que “fingiu ser quem queria ser até finalmente virar aquela pessoa. Ou ela virar ele. Ou se encontraram no meio do caminho”. Nessa busca e reinvenção da sua própria imagem ele acabou se transformando num grande esteta, o que afetou nos mínimos detalhes os elementos que compunham sua própria aparência, desde a escolha das suas roupas até os ambientes e objetos de que se cercava.

cary grant e grace kelly

Cary Grant

Cary Grant de smoking e gravata borboleta

Cary Grant estilo casual

Cary Grant e Grace Kelly em Ladrão de Casaca

Cary Grant

Cary Grant Gentleman Democrático

Cary Grant e James Stewart em Núpcias de Escândalo

Jovem Cary Grant em Hollywood

Gostou?

Não esqueça de curtir e compartilhar. Confira mais alguns ícones de estilo masculino e assine a newsletter para receber as novidades do blog!

banner-loja-geral
Lucas Azevedo
Escrito por Lucas Azevedo