Canetas esferográficas: 5 excelentes e maravilhosos objetos de escrever!

A escrita foi sem dúvida uma das mais importantes descobertas da história, permitindo a comunicação à distância, assinatura de documentos,, registro de momentos históricos e difusão do conhecimento geral. E não podemos falar de escrita sem falar de canetas.

Canetas são pequenos objetos, que já foram de maior importância para o nosso dia a dia, mesmo que, à primeira vista, pareçam simples. Mesmo com os smartphones e computadores, ela ainda tem o seu lugar, desde simples anotações em post-its a autógrafos, da criação de um romance àquele recadinho carinhoso na porta da geladeira.

Eu ainda gosto bastante de escrever. Sim, no dia a dia, utilizo o computador e o celular para quase tudo, mas sinto algo diferente quando coloco as ideias no papél. Escrever à mão envolve vários sentidos, e te força a organizar os pensamentos já que não é possível apertar a tecla de apagar.

Se você também gosta de escrever, ou simplesmente gostaria de contar com um produto confiável para as atividades diárias, como estudar e trabalhar, as vantagens de uma boa caneta são consideráveis. Além de mais resistêntes e duráveis, também são confortáveis de segurar e proporcionam uma sensação diferente de contato com o papel – que é difícil de explicar. Fora isso tudo, algumas também são objetos de design maravilhosos!

Nesse post, eu compartilho cinco canetas esferográficas que eu acho extremamente bonitas, e são também super bem avaliadas por especialistas. Espero que você goste da lista e dos links para encontrar cada uma delas.

Fisher Space Pen

A Fischer Space Pen foi desenvolvida por Paul Fisher em 1965. Amplamente testada pela NASA, acompanhou Buzz Aldrin, Neil Armstrong e Michael Collins na missão Apolo 11. A União Soviética também utilizou a Space Pen nos voos espaciais da Soyuz.

Esta caneta esferográfica escreve em quase todas as superfícies, em temperaturas entre 25 ° C e 120 ° C. Inicialmente, nitrogênio foi utilizado para pressurizar o cartucho de tinta, permitindo escrever em gravidade zero. Atualmente, utiliza tinta tixotrópica que está em um estado semi-sólido e se transforma em líquido com movimento.

A Fisher Space Pen não é afetada por sujeira ou graxa e pode ser usada em plásticos revestidos, papel autocopiativo, dutos de metal, filme de câmera, em superfícies molhadas, em qualquer ângulo e até mesmo debaixo d’água, tornando-a a caneta perfeita para astronautas, mergulhadores, alpinistas, militares, polícias, bombeiros, artistas, designers e aqueles que procuram um instrumento de escrita extraordinário.

1966 Bauhaus Lamy 2000

Um dos dois únicos fabricantes de canetas que ainda administrados por famílias alemãs (ao contrário da Pelikan e da Montblanc, ambas listadas na bolsa e pertencentes a grupos multinacionais), a Lamy foi fundada por Josef Lamy em 1930. Sem surpresa, essa amostra exemplar do design da Bauhaus, a caneta mais icônica de Lamy.

Lançada em 1966, a caneta foi projetada por Gerd A. Müller, que na época trabalhava para a Braun ao lado de Dieter Rams. A caneta é feita de Makrolon, um tipo de policarbonato patenteado pela Suíça, que é muito durável e macio ao toque.

Você encontra a Lamy 2000 na Amazon. Eu tenho, e também recomendo se você gosta de canetas tinteiro, a Lamy Safari.

S. T. Dupont PENCIL LINE D MEDIUM BLACK-SILVER

A S.T. Dupont foi fundada por Simon Tissot-Dupont na segunda metade do século 19. Simon havia sido fotógrafo de Napoleão III e, aos 25, tinha um olhar aguçado para o luxo e um excelente conhecimento da moda parisiense. A empresa começou fabricando malas de viagem, e hoje é bastante conhecida por seus isqueiros e cortadores de cachuro, bem como pela fabricação de canetas e outros gadgets interessantes.

É uma caneta muito estilosa, como convém a um atelier parisiense com essa história, é claro. Parece simples, mas como a boa alfataria clássica, a beleza está nos detalhes. Gosto da curva sutil na tampa, do cano levemente cônico, e o clipe curvo. Muito elegante!

Porsche Design TecFlex P3100 Steel Ballpoint Pen

A caneta esferográfica Porsche Design Tec Flex P3110 tem uma estética única. As canetas Porsche Design seguem a filosofia da montadora Alemã, reconhecida por uma engenharia inovadora e design diferenciado. Seu corpo é recorberto pela trama Tecflx – fios de aço inoxidáveis que também protegem as conexões elétricas do motor de um carro Porsche, tornando a caneta flexível e ao mesmo tempo resistente.

Caran d’Ache 849

A caneta esferográfica Caran d’Ache 849 tem um design hexagonal lembrando um lápis de madeira. Muito simples, e mesmo assim chama a atenção de quase todos bela beleza. É comum e acessível o suficiente ao ponto de estar disponível na Amazon, mas ainda é moderna e sofisticada. Ela utiliza o cartucho Caran d’Ache Giant “Goliath”, que de acordo com a empresa “entrega até 600 páginas de escrita A4.” .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *