0
Calçados

Qual É Melhor, Sapato Com Sola De Couro Ou Sapato Com Sola De Borracha?

leather-rubber-soles-shoes

Sola de couro ou sola de borracha é um assunto tão controverso quanto rivalidade no futebol. Algumas pessoas amam sola de couro, outras só calçam sapatos com solado de borracha. Cada um tem a sua opinião sobre o conforto, a durabilidade e também a elegância de cada tipo de sola. Nessa postagem eu vou fazer a minha lista com as vantagens e desvantagens de cada tipo de sola de sapato para que você possa decidir qual é a melhor sola, de couro, ou de borracha.

Considere que nestes exemplos os sapatos não tem palmilha acolchoada. Na minha análise eu estou pegando sapatos com meia palmilha levemente acolchoada, só no calcanhar. Esse é o padrão mais comum de sapatos sociais.

Teoricamente uma maneira de aumentar o conforto de qualquer sapato é colocar uma palmilha mas todas as palmilhas perdem o acolchoamento com o tempo. Lembrando que se a palmilha for grossa demais toma o espaço que deveria ser ocupado pelo seu pé, a não ser que a forma seja especialmente alta.

As Vantagens E Desvantagens De Um Sapato Com Sola De Couro

Estou falando de couro mesmo. Não de madeira ou materiais sintéticos que fingem ser couro.

O Conforto De Um Sapato Com Sola De Couro:

Vantagens:

Muita gente pensa que o couro é um material rígido sem nenhum amortecimento ou conforto.

Isso é uma meia verdade.

O couro utilizado na sola realmente é tratado para ficar duro e resistente, mas com o tempo o seu pé molda vai moldá-lo e criar um contorno natural.

Pouco amortecimento na sola é problemático para longas distâncias mas geralmente os sapatos tem parte do salto de borracha e uma meia palmilha acolchoada no calcanhar. Além disso, pra quem não pretende andar longas distâncias, muito do conforto de um sapato vem da forma, que precisa ter um bom apoio para o arco do pé.

Com o tempo o sapato com sola de couro, forma bem encaixada no pé, bom suporte e bem feito proporciona um apoio muito confortável, principalmente quanto tem uma camada de cortiça e a palmilha de montagem também de couro.

Desvantagens

Quando a construção e a forma do sapato são ruins a sola de couro é muito desconfortável.

Um sapato com sola fina, sem cortiça e sem palmilha de montagem de couro precisa ter a forma perfeita para o seu pé ou usar alguma construção muito flexível para proporcionar algum conforto.

Um dos sapatos mais desconfortáveis que já tive foi um sapato blaqueado com forma muito reta e sola de couro fina. Por outro lado, a minha bota mais confortável tem a forma com excelente contorno e suporte, construção goodyear, e sola de couro dupla.

A desvantagem da sola de couro é que ela requer outros detalhes importantes para ser confortável.

A Durabilidade De Um Sapato Com Sola De Couro:

Vantagens:

A durabilidade da sola de couro depende da qualidade do couro e de quantas camadas ela tem.

Uma sola fina com uma camada de couro tem menos durabilidade do que uma sola com três camadas de couro.

Você também pode complementar a durabilidade com um reforço em baixo do bico. Ele evita o desgaste na ponta da sola e pode ser trocado de tempos em tempos.

Desvantagens

Aqui, novamente, é simples. Se a sola for fina, ela tem menos durabilidade. Quanto mais você usar, mais rápido vai gastar.

O couro também tem problema com chuva. É um material que absorve água, e a água pode começar a entrar pelas costuras e rachaduras da sola. Se você não der tempo para o sapato secar isso pode virar um problema.

A Versatilidade De Um Sapato Com Sola De Couro:

Vantagens

Tradicionalmente, sapato com sola de couro são o auge da elegância.

Em situações mais formais, ainda reinam.

Quanto mais fina a sola (até certo ponto) e quanto mais próxima as laterais estiverem do cabedal mais formal o sapato é.

As solas de couro mais espessas e cortadas mais distantes do cabedal são casuais mas mantém  um ar muito clássico.

Desvantagens

A sola de couro não é muito prática em terrenos mais exigentes e em dias molhados.

As Vantagens De Um Sapato Com Sola De Borracha

O Conforto De Um Sapato Com Sola De Borracha:

Vantagens

A sola de borracha costuma ser flexível logo de cara. Você não precisa amaciar o sapato. Sendo assim, mesmo um sapato com construção robusta parece menos rígido no início.

A borracha absorve melhor o impacto então você sente menos a dureza do chão e consegue andar mais.

Desvantagens

A borracha não tem a capacidade que o couro tem de se moldar ao seu pé. Ela é confortável no início do dia, mas no fim do dia cansa quem fica em pé, porque não se molda a pessoa.

Solas de borracha muito macias reagem a irregularidades no chão. Você sente cada caroço que pisar.

A Durabilidade De Um Sapato Com Sola De Borracha:

Vantagens

A durabilidade da borracha varia muito mas uma boa borracha é quase indestrutível. É um material feito para aguentar. Tanto que, as botas de trabalho são feitas com solas de borracha.

Eu tenho uma bota com uma excelente sola de borracha que uso há 6 anos e não estou nem perto de precisar trocar a sola.

Desvantagens

Se a sola de borracha rachar, já era. É engraçado, porque tem vezes que a borracha racha sem nenhuma explicação. Já escutei que é temperatura, peso da pessoa, e até porque ficou muito tempo parada.

Geralmente borrachas muito finas duram muito pouco e perdem todas as vantagens de conforto e durabilidade, mas tudo depende da química envolvida.

A Versatilidade De Um Sapato Com Sola De Borracha:

O sapato de borracha se adapta melhor a mudanças climáticas. Leia-se: Chuva.

É mais difícil bater o olho em um sapato de borracha e achar ele adequado para uma ocasião formal. É difícil mas é possível. Primeiro, já existem solas de borracha que se passam pelo visual do couro. Segundo, porque o ambiente de trabalho e os costumes da sociedade estão cada vez mais casuais.

A sola de borracha é mais casual, não apenas pelo visual, mas por dar mais liberdade para a pessoa pisar em terrenos, inclusive os mais exigentes.

Conclusão

Conforto

A sola de borracha costuma ser mais confortável no início.

Com o tempo, o sapato bem feito que serve bem no seu pé e tem sola de couro pega um conforto maior.

Quando experimentar um sapato com sola de couro, veja com os dedos da mão se o meio da sola é firme (para ver se ele tem um suporte no arco do pé). Ao calçar, sinta se o ângulo é bom, ou seja, se o seu pé fica bem apoiado ou se fica muito plano. Repare também se o sapato está bem encaixado no pé, pois assim pode começar a amaciá-lo e terá um sapato super confortável.

Quando experimentar um sapato de borracha sinta se o conforto da sola te atende, pois é aquele que terá para sempre. Esqueça um pouco a rigidez da parte de cima da bota, pois essa você amacia, e foque na sola.

As solas de borracha muito finas não costumam ser muito confortáveis, ainda mais quando muito macias. São boas para ficar em casa mas você sente tudo que pisa, e nossas calçadas são cheias de irregularidades.

As solas duplas de couro são corpulentas, mais resistentes e duram mais tempo, mas perdem muita flexibilidade inicial. No geral, você precisa ter mais paciência para amaciar um sapato com sola de couro. Além da resistência, elas protegem seu pé da umidade. Botas costumam ter essas solas, as vezes com uma terceira camada de borracha, porque são feitas para andar muito e aguentar o abuso.

Durabilidade

As solas de borracha não são uma garantia de conforto ou durabilidade. Existem diversos tipos e qualidades de borracha. Assim como pneus, podem ser mais macias (desgastam mais rapidamente) ou mais duras (mais resistentes). Observando meus sapatos, as  solas de couro duram mais do que as solas de borracha finas ou muito macias, mas nem se comparam em durabilidade com solas de borrachas grossas e consistentes.

Uma solução para quem gosta da sensação das solas de couro e quer preservá-las por ainda mais tempo é colocar uma camada de borracha na sola toda, ou em metade da sola. Desta forma, ao invés de danificar e ter que trocar a sola inteira, basta substituir a camada de borracha quando ela ficar gasta.

Para enfrentar condições climáticas adversas ou longas caminhadas é melhor escolher um sapato com sola de borracha grossa. Quem usa sapatos com sola de couro precisa pensar no seu comportamento no dia-a-dia:

  • Não é bom andar longas distâncias do trabalho para casa, pois vai gastar e dependendo do terreno, danificar. Provavelmente a pessoa não vai escolher um sapato com sola de couro para usar nas férias enquanto visita vários lugares e caminha por muitas cidades. Se alguém usar uma sola de couro com essa intensidade ela provavelmente vai se desgastar mais rápido do que uma de borracha. Isso é indiferente para quem anda de carro/taxi/uber/ônibus. Aí dá para aproveitar melhor o conforto a longo prazo e o visual elegante da sola de couro.
  • Não dá para usar o sapato no dia que ameaçar chover ou na chuva. Se for pego desprevenido, vai escorregar e quando chegar em casa precisa deixar a sola tomando ar até secar.

Versatilidade

As solas de couro, por motivos estéticos, ainda são as mais adequadas para sapatos em ambientes de negócios ou formais.

No entanto, o ambiente de negócios e o modo de nos vestirmos está ficando cada vez mais casual. Por isso as solas de borracha também são perfeitamente aceitáveis, e devem ficar cada vez mais comuns do que já são. É como os relógios. Hoje em dia, você pode usar um relógio de borracha ou um relógio de ouro que no geral, tanto faz. 

Ou seja, aa casualidade, a sola de borracha é mais prática e versátil. Na formalidade, a sola de couro é a clássico e a mais elegante, mas só os mais críticos irão estranhar uma sola de borracha com aparência próxima de uma sola social de couro, nem muito fina nem muito grossa, nem muito exótica ou sintética.

E é isso aí! No final, não dá para dizer que uma é melhor ou pior do que a outra. O sapato é a sua conexão com a terra. Ele precisa ser adequado ao seu ritmo de vida e ao seu caminho. Estou aqui pra ajudar com qualquer outra dúvida. Deixe seu comentário ou a sua pergunta e será um prazer bater papo!

Você também pode gostar

  • Leonardo
    25/06/2013 at 14:49

    Com certeza respondeu Lucas! Nem precisava gastar tanto tempo seu com minha pergunta, me sinto honrado em ter contribuído para um post no seu blog. Gostei da ideia da pequena camada de borracha para não gastar a sola de couro e de saber que “quanto mais perto a vira ficar do cabedal, mais formal o sapato será.”. Vou continuar a ler mais sobre o assunto e é capaz que daqui a pouco volte com mais alguma pergunta rs. Obrigado, Leo.

    • soqueriaterum
      27/06/2013 at 15:57

      Imagina. Espero ter ajudado.

      Estas “regras” valem mesmo é para ambientes corporativos ou formais onde o objetivo não é chamar atenção com as roupas, mas sim estar elegante e bem vestido quase que de forma subliminar; passando uma boa imagem sem afetações ou pendurar uma melancia no pescoço. Mesmo assim, sendo realista eu diria que quase ninguém liga para isso, mas eu acho que quando alguém presta atenção aos detalhes as pessoas notam sem saber. Faz muita diferença… até mesmo para a confiança da pessoa.

      Fora deste contexto tanto faz. Cada um tem seu estilo e tudo pode dar certo. Como são poucos os que conseguem usar o que quiser sem ficar “ridículo” (só o Keith Richards consegue se vestir como o Keith Richards), o conceito de regras dentro do estilo “tradicional” serve para dar uma orientada do que combina melhor para criar um resultado mais harmônico…aí a pessoa resolve quais quer seguir e quais quer quebrar.

  • Augustuzs Neto
    27/06/2013 at 15:40

    Sempre tive preconceito com sola de borracha mas em função do desmanche das nossas ruas/calçadas, cansei de detonar sapatos caros nas 2 primeiras saídas. Comprei semana passada um par de oxfords com sola de borracha de uma loja virtual chamada louie.com.br, que é de uma mulher de SP chamada Lívia. Recebi hj, ainda não usei mas o apelo visual é meio que impactante. Enfim, essa dica da camada de borracha é boa mas não é qqr sapateiro que faz. Infelizmente não conheço nenhum em quem possa confiar os poucos porem ótimos sapatos que tenho. Abs

    • soqueriaterum
      27/06/2013 at 15:49

      Eu concordo. Tem um certo preconceito, mas para andar muito a borracha pode ser até melhor. Só acho difícil estar detonando a sola de couro só de sair, ta indo pra guerra? hahaha

      As solas de borracha mais grossas (sem ser aquelas injetadas/vulcanizadas de bota que eu usava quando ia para a usina) e as militares destes modelos da Louie tem funcionam bem nestes sapatos casuais. A Tricker’s tem uns modelos bem legais com “comando sole” e o McNairy com borracha/dainite.

      O que não dá mesmo são as borrachas fininhas. Além de feias o sapato também deforma rapidinho.

  • Augustuzs Neto
    27/06/2013 at 17:53

    WAR é a palavra. As calçadas e ruas de SP, falando de cimento/asfalto, tem um ‘q’ de Cabul/Kosovo. Sábado passado, checando o tênis com o qual tinha corrido, encontrei furos na sola causados pelos pedregulhos que esfarelam do asfalto vagabundo. É oq acontece com a sola de couro que fica mega trashy bem rapidamente e aí, qdo vc senta e cruza as pernas, parece que o possante veio direto do Exército da Salvação. É um massacre, out there, rs.

    • soqueriaterum
      27/06/2013 at 18:16

      Não está fácil!

    • Leonardo
      27/06/2013 at 19:59

      Concordo, as calçadas e ruas de SP conseguem estragar qualquer sola…pena. Imagino que em BH não seja muito diferente. Mas vamos indo…rs.

  • Nadia
    07/01/2014 at 16:31

    Eu tenho umas cadeiras aonde o assento e o encosto são de sola de couro.
    Não consigo achar ninguém que faça aqui em São Paulo.
    Alguma dica? Nádia

    • soqueriaterum
      07/01/2014 at 21:30

      Oi Nadia. Não faço idéia! Desculpe.

  • Alexandre
    26/02/2015 at 08:02

    As solas de borracha, que quase sempre vem com as palmilhas costuradas, esquentam muito os pés. impossivel usa-las no calor.

  • patricia oliveira de sousa
    06/07/2015 at 09:54

    Ola meu nome é Ptricia trabalho numa loja de calçados, qual o neme que se dar quando o solado do sapato é d couro? pq qndo é d borracha se chama colorplac certo? e de couro?

    • mm
      Lucas Azevedo
      07/07/2015 at 22:23

      Oi Patricia.

      Não sei. Quando a sola é de couro o nome que se dá é sola de couro mesmo. Quando é de borracha, sola de borracha. Pra ser sincero eu não sei o que é colorplac.

  • Luciana
    15/04/2016 at 20:41

    Olá sola de couro tem só para homens? Tenho interesse em adiquirir algum calçado com sola de couro.

    • mm
      Lucas Azevedo
      17/04/2016 at 01:31

      Oi Luciana, tudo bem? Não é exclusivo para homens. Qualquer sapato pode ser feito com sola de couro. Eu não entendo muito de lojas de calçados femininos, para ser sincero, mas quando preciso entrar em alguma sempre tem um ou outro modelo com sola de couro (e geralmente o salto com um tacão de borracha). Desculpa não poder te ajudar com dica certa de onde encontrar… talvez nessas grandes… Arezzo, Luiza Barcelos, Shultz…

  • selma sousa
    29/08/2016 at 16:43

    gostaria de saber a diferencia entre tr e colorplac ..nao consigo entender…um e couro outro e plastico?

    • mm
      Lucas Azevedo
      30/08/2016 at 00:54

      Acho que TR é borracha e Colorplac deve ser alguma coisa de plástic.

  • jacinto Amindo
    29/08/2016 at 17:18

    como fazer a sola de um sapato ou é feita de oque

    • mm
      Lucas Azevedo
      30/08/2016 at 00:54

      Depende, pode ser feita de várias coisas. Se for de borracha, precisa de um molde para injetar. De couro, você pode comprar couro de sola e fazer cortando.

  • jacinto Amindo
    29/08/2016 at 17:22

    eu usei um sapato mas a sola ja estragou se como mudar

    • mm
      Lucas Azevedo
      30/08/2016 at 00:55

      É melhor levar a um sapateiro que pode analisar e fazer a troca.

  • dryca
    30/08/2016 at 14:07

    bom dia, gostaria de saber a diferença de tr e color plac, poderia me explicar melhor, e como diferenciar cada um.

  • Mauricio
    09/11/2016 at 02:43

    Tenho uma pequena dúvida sobre este assunto. Qual tipo de solado de sapato/bota apresenta aquele barulho “toc toc” no chão e qual o que não tem? Grato desde já.

  • Monteiro
    24/11/2016 at 05:39

    Na verdade o fato da sola ser de couro ou de borracha vai além da estética ou do ambiente em que está sendo usado, a questão é que quando uma empresa faz um sapato todo de couro, com acabamento de primeira e materiais nobres (tem couro vagabundo também) ela faz o sapato para durar muito tempo e a sola de couro, quando bem feita ela permite que a forma do pé (lado de dentro) do sapato se molde exatamente com o pé do usuário ao longo do tempo, enquanto que a parte externa (a que martela o solo) não gasta irregular como a borracha, isso faz o sapato ficar muito mais confortável ao longo do tempo, enquanto que a sola de borracha gasta sempre no pronto mais fraco, onde há maior pressão. Se você tiver a oportunidade de usar um sapato 100% de couro por muitos anos vai perceber que o sapato se torna extremamente confortável por conta, dentre outras, dessa característica da sola de couro. Para baratear o custo de produção do sapato tem muito fabricante até dizendo por ai que sola de borracha é melhor porque é mais confortável, pode até parecer mais confortável no início, porém mas ao longo do desgaste do sapato não tem comparação a relação conforto/durabilidade de um sapato de couro comparado com um sapato de couro com sola de borracha. Então os 3 fatores mais importantes que diferenciam a sola de couro da sola deborracha são: 1. Durabilidade (gasta mais plano), 2. comforto (molde a longo prazo) e o som classico do passo (o famoso “toc”) que também distingue o solado clássico de qualidade do barato.

    • mm
      Lucas Azevedo
      09/01/2017 at 13:15

      Oi Monteiro. O sapato ou bota com a sola de borracha (boa) duram o mesmo tempo, ou até mesmo mais, do que um calçado com a sola de couro. Não é a toa que a maioria das botas para trabalho pesado, até as antigas, utilizam compostos de borracha resistentes a abrasão. Ambos tem excelente durabilidade, que varia conforme a qualidade do fabricante, e também a espessura. Dificilmente uma sola de couro vai substituir uma sola Vibram Lug em uma bota pesada, tanto em durabilidade quanto em praticidade/conforto.

      Espessura porque um sapato social tem sola fina de couro, que na minha experiência dura mais do que a maioria das soas finas de borracha. No entanto, quando a gente fala de sola de bota, de borracha, a do sapato dura menos. E se você fizer uma sola de couro mais grossa para companhar a de borracha, a bota perde bastante flexibilidade. Não que seja ruim, tenho botas com sola de couro dupla + uma sola de borracha (White´s) e só precisei de um pouco de paciência. Mas na minha opinião qualquer sola gasta mais no ponto de maior abrasão/pressão… isso não tem como fugir.

      Sobre o segundo ponto, é verdade. O sapato com mais componentes de couro vai se moldar melhor ao pé. No entanto, o ponto mais importante para isso é o produto ter uma BOA palmilha de montagem de couro. No começo ela será mais dura do que uma sintética, ou de papelão, que se desfazem e desmancham com o tempo, enquanto a de couro ganha conforto.

      Sobre o som, assino em baixo.

      Abs e obrigado pelo comentário!