Streetwear e Denim

Mexican Biker Rings

20/06/2016

mexican-biker-ving (1 of 4)

Os “Mexican Biker Rings” são um tipo de lembrança turística que os homens traziam do México na década de 30, e tem este apelido por causa dos motociclistas nas décadas de 1940 à 1960. Vejo bastante este tipo de anel nas feiras e lojas vintage.

Quando o soco inglês foi proibido os motociclistas americanos encontraram a solução durante passeios regulares para cidades que fazem fronteira com o México. No final da Revolução Mexicana o Peso perdeu tanto valor que era mais vantajoso derreter o metal para fazer anéis, que os artesãos conseguiam vender por muito mais do que o valor da moeda.

Na década de 1940 e 1950 os motociclistas eles começaram a trazer de volta enormes anéis de prata e latão feitos no México, a solução criativa para um murro reforçado, já que nenhum policial podia prender um homem só por usar um monte de anéis.

Continue Reading…

Conhecendo a Loja, Lugares

Pirata Style – Machina Swap Meet

17/06/2016

pirata-style-belo-horizonte (11 of 48)

E aí pessoal, beleza? Hoje vou postar sobre uma visita incrível que recebemos em Belo Horizonte, então se liga que o papo é bom. Bora?

Há mais ou menos duas semanas o Ton, do Pirata Style, esteve em Minas Gerais para um circuito histórico e um giro relâmpago por Inhotim e BH. Quer saber mais? Confere no site Pirata Style que ele já começou a soltar as fotos coloniais de Ouro Preto. Como bom turista, câmera em mãos, registrou todos os momentos e cedeu umas fotos pra compartilhar. Valeu Ton!

É post fora do padrão Só Queria Ter Um, eu sei. Afinal, gosto mesmo de escrever é sobre preços e fabricação. Compartilhar estilo de vida não é minha praia. O papo aqui é afastar a nossa prioridade de compra do que é mais barato e aproximar do que é melhor: Para nós mesmos, para os fabricantes, para os designers e para todos os trabalhadores na cadeia de fornecimento. O que vale é nosso futuro e o bem estar compartilhado.

Mas vamos lá que faz sentido.

Continue Reading…

Botas, Calçados

As Melhores Marcas de Bota do Mundo: Japão Parte 1

11/06/2016

as melhores marcas de bota do mundo

E aí? Como eu expliquei na primeira parte da série, estou montando um almanaque para os fãs de botas. Não é uma lista completa e sei que existem outras marcas, mas reuni só as que considero mais bacanas; seja pela estética, pela importância histórica, ou pela qualidade.

A primeira parte foi os Estados Unidos, a maior referência em botas de trabalho. Agora, vem o Japão, um país cheio de produtos feitos com técnicas de tirar o fôlego. O visual tem uma conexão muito forte com o americano, e outras versões tradicional “românticas”, tipo o brogue dos ingleses. As políticas economias e de desenvolvimento japonesas criaram espaço para reprodução de clássicos, com atenção obsessiva aos detalhes, enorme ênfase no formato e no trabalho manual.

Enquanto as fábricas na Inglaterra e no mundo desaparecem, novos sapateiros ainda aparecem no Japão, investindo em propostas manuais e produto sob medida. Jovens japoneses passam por aprendizados em fábricas tradicionais no mundo todo; e se são eles que mais investem para manter as tradições vivas, também são eles que mais apresentam novidades, com ousadia na aplicação da identidade japonesa. É aquela mistura de tradição e inovação que faz parte de tudo por lá.

Aí vai a primeira parte, com algumas das melhores marcas de bota do Japão. Se você tiver alguma pergunta ou precisar de força na hora da compra é só deixar um comentário!

Continue Reading…

Streetwear e Denim

Como Encolher Seu Raw Denim Não Sanforizado

07/06/2016
Jeans Levis Vintage Clothing 1933 unsanforized

Jeans Unsanforized antes de ficar de molho

Jeans LVC 501 1933 Post Soak

Jeans Unsanforized depois de ficar de molho, encolhido.

E aí pessoal, beleza? Quando estava na Califórnia, terra do jeans, aproveitei para comprar algumas calças novas. A que estou vestindo na foto é uma LVC 501 modelo 1933, feito com raw denim não sanforizado. O jeans não sanforizado está realmente bruto num estado recém-tecido, que vai encolher 2,5 a 5 centímetros depois da primeira lavagem, dependendo do denim usado. O jeans sanforizado é aquele submetido ao processo de sanforização, um processo comum, no qual os tecidos são pré-encolhidos antes de serem cortados e costurados em peças de vestuário. Eu resolvi documentar a primeira lavagem deste Levi’s 501 e mostrar para vocês o meu passo a passo.

Eu disse lavagem mas não chega a tanto. Deixar o jeans de molho, imergido em água, é altamente recomendado para remover o encolhimento do denim não sanforizado antes de você começar a usar. Se você vestir bastante e depois lavar, as marcas de uso vão mudar de lugar, e o joelho pode ir pra coxa, posicionamento bem estranho que vai remeter a aquelas lavagens bem toscas. Se você está entrando nesse mundo agora preste atenção ao comprar o seu raw denim. Veja se é sanforizado ou não, e pergunte sobre o encolhimento do denim não sanforizado usado na fabricação do jeans, para não comprar um produto que veste bem no início mas não vai servir depois que ver água.

A seguir eu vou explicar o que é a sanforização, qual é a diferença da calça, e como encolher ela antes de começar a usar.

Continue Reading…

Streetwear e Denim

Liberty Art Brothers – Last Frontier

27/04/2016

liberty art brothers - the last frontier

A Liberty Art Brothers acaba de lançar a coleção Last Frontier com um editorial incrível. Os acessórios inspirados pela história militar dos Estados Unidos foram fotografados por William Hereford  e contou participação especial do Helio Ascari.

Se tem uma marca que está lendo a minha mente, essa marca é a LAB. Inspiração navajo, militarismo vintage, eles estão trabalhando todos os assuntos que tenho obcecado aqui no blog. E não são apenas os produtos – que são uma excelente opção para quem não tem acesso (ou bolso) para o vintage – mas também a estética que complementa os acessórios, super bem trabalhada nos dois últimos editoriais. Da luz ao figurino, do tipo de moto ao tipo de jaqueta de couro, eles exploram com muito bom gosto os detalhes de um estilo que não se vê muito por aqui, ainda mais em Minas Gerais. Não sei exatamente como explicar, mas o universo vai além da Harley Davidson e traz uma cultura que envolve muitas outras coisas.
Continue Reading…

Botas

As Melhores Marcas de Bota do Mundo Parte 1: Estados Unidos

24/04/2016

whites-brogue-bounty-hunter-01

À medida que vamos chegando perto do meio do ano o clima vai ficando mais frio e as jaquetas começam a sair do guarda roupa, junto com as botas. Uma vez eu disse que o ano passado foi o ano das botas, e muitas pessoas passaram a ter um abotinado no arsenal de estilo. O interesse por botas e seus complementos nunca esteve tão alto e os afficcionados começaram a descobrir novas marcas e termos como “moc toe”, “chukka” e “desert boot” entraram no vocabulário da galera. Muitas marcas, mas muitas marcas mesmo, entraram na onda e as opções de bota para você escolher são praticamente infinitas! Mas tanta coisa e tanta propaganda acaba construindo um verdadeiro campo minado, com novos fabricantes crescendo em popularidade e outros diminuindo, e fica difícil decidir!

É por isso que pensei em montar um guia para os fãs e compradores de botas. Esta não é uma lista completa, ok? Eu sei que existem outras marcas além das que eu vou listar, mas esta é a minha lista de fabricantes de botas que eu considero excelentes, que tem uma estética especial, ou que de alguma forma marcaram a história dos calçados masculinos. Tem outras botas muito boas que tem propósito e estética diferente da proposta desse site. Alguma marca que você gosta pode não estar aqui… eu posso não conhecer, ou posso conhecer mas não gostar por algum motivo qualquer. Por favor, lembre-se que eu estou listando botas de alta qualidade, calçados realmente diferenciados, na minha opinião, e em sua maioria marcas que são as próprias fabricantes.

Espero que você encontre marcas novas aqui na lista, que vai ser dividida por países ou regiões. Olha, se você gostar de alguma e tiver mais alguma dúvida, pode me mandar um email ou melhor ainda, deixar um comentário. Se precisar de ajuda para comprar pela internet ou para encontrar na cidade que você vai viajar, pode me mandar uma mensagem também que dou a maior força!

Não tinha como eu começar uma lista de botas sem falar dos Estados Unidos, talvez a maior referência quando a gente pensa em botas. Robustas, resistentes, e selvagens são apenas alguns adjetivos que descrevem as botas que saem de lá. Eu sou muito fã de botas fabricadas nos Estados Unidos, e esta lista de marcas tem algumas obras-primas que fazem parte da história dos calçados masculinos. Aí vai a primeira parte da lista, com os EUA, suas marcas, e alguns modelos que elas tem:

Continue Reading…

Streetwear e Denim

Vacation Wear – Ferias Gringas

20/04/2016

P011

Pessoal, outro dia estava conversando com o amigo Handerson sobre as tendências que vi lá fora nessa última viagem e no pulo que dei no Inspiration LA. É difícil falar disso no mundo vintage/workwear/clássico porque esse mundo anda devagar, é meio anti-moda (slow, lento) e tem limites bem definidos. Apesar disso tudo sempre aparecem os modismos, tipo o sapato double monkstrap, ou a bota moc toe, que formam pequenos ciclos. Anotei três coisas dessa vez:

– Sportswear vintage baseado no passado do Baseball.
– Referências no outdoor retrô… montanhismo, pesca, alpinismo, acampamento.
– Vacation Wear, literalmente o oposto do workwear e do menswear engravatado… as roupas de férias. Mais Hawaii e menos chão de fábrica, mas podendo misturar com um jeans e uma bota, que é o assunto deste post.

Continue Reading…

Inspiração, Motores

Motocicletas Militares

17/04/2016

HD-16002

Se você nunca assistiu a um filme do Buster Keaton não sabe o que está perdendo. Ele foi um verdadeiro mestre do cinema e da comédia. O filme Sherlock Jr. é um bom ponto de partida, um rápido mas hilário filme mudo de 45 minutos com incríveis acrobacias de Keaton. Entre elas, uma das maiores “perseguições” de moto na história do cinema. Na cena, Buster está sentado em cima do guidão e não percebe quando o motorista é derrubado. Ele passa por uma série de obstáculos insanos. Sherlock Jr. foi lançado em 1924 quando as motos, assim como o cinema, eram bem diferentes. Esse post não tem nada a ver com cinema mudo, mas filme me colocou pesquisando sobre motos antigas e a cultura do veículo chegou aonde está hoje.

Dá para dizer que a cultura de motociclismo que temos hoje deve tudo à guerra. Os moto clubes como conhecemos hoje são descendentes dos veteranos da Segunda Guerra Mundial que pegaram o “virus” pilotando em zonas de combate. Realmente as motos militares deixaram um grande legado, mas qual foi o papel que elas desempenharam nas forças armadas? Pra mim, pilotar uma moto já é uma atividade arriscada, quanto mais andar em alta velocidade completamente exposto em uma zona de combate

Continue Reading…

Anatomia de Um Clássico, Botas

Engineer Boot – Tudo Sobre Este Clássico

03/04/2016

Bota John Lofgren Engineer Boot

Eu comprei as minhas primeiras Engineer Boots. É um modelo inspirado nas Engineer dos anos 50. As botas são incríveis e vieram em  uma caixa maravilhosa com detalhes que complementa perfeitamente o estilo da época.

Assim que abri a caixa senti o cheiro inconfundível de couro Horween Chromexcel. Este couro é extremamente macio porém espesso. As peles de couro usadas no cabedal são pintadas estendidas verticalmente ao invés receberem tingimento em tambores. É por isso que só a parte de fora é preta e a de dentro mantém a coloração natural que você vê nas bordas. Isso faz que com o tempo o preto ganhe um tom marrom, ficando com uma variação de cor bem legal.

A bota tem construção Goodyear Welted, com uma Storm Welt. A entressola e a sola são de couro e por baixo ela tem uma meia sola de borracha Vibram, costurada por pontos que passam no meio da sola, um detalhe trabalhoso que é muito encontrado em botas vintage. O salto woodsman feito com várias camadas de couro e lixado perfeitamente também é um detalhe clássico das botas da década de 40 e 50. O tacão de borracha no salto é colado e preso por pregos.

Este estilo de bota não é tão comum de se ver nas lojas por aí. Além disso, no Brasil, ele parece ser associado ao público feminino. Pelo menos é o que eu sinto, já que fora quase só aparecem nas prateleiras de sapatarias femininas. Eu gosto muito, principalmente dos detalhes e do formato que as Engineer Boots tinham na época que inspirou essa bota. Estou usando bastante e vou contar para vocês um pouco mais sobre o modelo, que pulou das fábricas para o motociclismo e depois para os pés da juventude.

Continue Reading…

Lugares

O Que Fazer Em Um Dia Em São Francisco

28/03/2016

Golden-Gate-Bridge-Sao-Francisco-2

Mês passado eu fiz a minha segunda visita a São Francisco. Foi uma decisão de última hora depois que consegui uma casa amiga para ficar. Com a cama grátis, resolvi sair da Inspiration em LA e começar minha road trip indo para o norte. Depois de alguns cálculos preferi alugar o carro só na hora de descer a Pacific Coast Highway. Peguei um ônibus noturno de Los Angeles até São Francisco para chegar bem cedo não ter que me preocupar com o veículo.

Há alguns anos eu tenho feito viagens sozinho para explorar no meu ritmo. Duas horas, dois dias, duas semanas… não importa quanto tempo eu queira ficar em um lugar, a decisão é só minha. Eu marcho ao ritmo do menos é mais. Prefiro ir a menos lugares e conhecê-los mais a fundo do que saltar de um ponto para o outro. Desse jeito consigo conhecer melhor os destinos e as pessoas, evito pressa e stress, e ainda economizo no transporte.

Continue Reading…